Planejar a viagem

Os cuidados com as crianças no calor

Calorão é uma delícia (amo), mas é preciso tomar alguns cuidados com os pequenos nesses dias muito quentes.

Photo credit: Vincent Sheed via Visual hunt / CC BY-NC-ND

Photo credit: Vincent Sheed via Visual hunt / CC BY-NC-ND

 

Um dia desses até tomei uma bronca da minha mãe (hihihi) porque eu precisava resolver algumas pendências na rua e eu teria que levar os filhos junto, só que eu deixei para fazer isso na parte da tarde, debaixo do sol das 14h. Bom, acabei obedecendo minha mãe (hihihi 2) e não saí com eles naquela tarde. Mas às vezes não tem jeito, e por isso é muito importante ter conhecimento sobre os cuidados que devemos ter com os pequenos nesta época de calorão.

>> Evite sair ao sol entre 10h e 16h e use roupas frescas

O pediatra e neonatologista, Jorge Huberman, afirma que é importante dar preferência para sair antes das 10h ou depois das 16h, além de usar roupas frescas, pois a pele da criança é fina e as chances de sofrer uma insolação são muito maiores se comparamos aos adultos. “Roupas de algodão, linho ou claras, são as ideais, e evitar as de fibras artificiais, elas esquentam. Mesmo saindo no horário correto não se esqueça de usar o protetor solar indicado pelo pediatra da criança. Boné e óculos são bem vindos” diz o pediatra.

>> Sobre a desidratação

“O tempo quente é um dos responsáveis pelo aumento nos casos de virose, diarreia e desidratação das crianças, por isso os pais precisam ficar atentos quanto à exposição delas ao sol. O hábito de sair sempre com uma garrafinha de água, suco ou água de coco para hidratar o filho e evitar o refrigerante, pois hidrata pouco, já é um começo” diz Dr. Jorge Huberman. Gente, desidratação é coisa séria, tá?

>> Ar condicionado: qual a temperatura ideal? Ventilador ligado o tempo todo faz mal?

Aqui em casa temos ar condicionado nos quartos, mas decidir a temperatura sempre é um problema. O que poucos sabem é que quando o ambiente fica muito frio, a mucosa da garganta fica vulnerável às bactérias, e com isso podem aparecer infecções como dor de garganta, por exemplo. “O correto é não deixar o ventilador em cima da criança colocando o do lado oposto do seu filho. Já o ar condicionado regular numa temperatura mais amena, 23°C ou 24°C. Aplicar soluções fisiológicas no nariz da criança, fazer inalações com soro e colocar um balde com água no quarto longe do alcance da criança, ajudam quando não se tem esses eletrodomésticos” complementa Dr. Jorge.

E coragem pra aguentar o calorão!

Deixe seu comentário!