Viagens

8 ciladas que você pode evitar nas viagens com crianças

Férias escolares chegando e muitas famílias estão se preparando para viajar com os filhos! Férias, viagens, bagunça, sair da rotina, dormir tarde… amo! Mas não podemos negar que viajar com as crianças dá um baita trabalhão e requer um certo planejamento, né?

férias com crianças

Foto: freeimages.com

Eu mesma já caí em algumas furadas e por isso fiz uma relação das ciladas mais comuns em férias com crianças. Conversei também com algumas amigas e leitoras, que me ajudaram a criar essa lista! A Marcela, por exemplo, mãe da Ana (5) e da Gabi (2), evita pegar estrada em datas muito concorridas: “Viajar com crianças em datas críticas, tipo Ano Novo, e ficar horas no congestionamento… É meu terror, confesso”.

Já para Luciana, mãe da Malu, de 2 anos, furada é sair de férias com antigos amigos que não têm filhos e que esperam ser uma viagem como nos velhos tempos: “Quando todos ainda estão tomando café da manhã, você já está pensando no almoço”, brinca sobre a mudança de horários que sofremos quando os filhos nascem.

E você já passou por alguma cilada com as crianças em viagens?

  1. Deixar para fazer a mala em cima da hora
    Não precisa fazer a mala com uma semana de antecedência, mas também deixar para arrumar tudo 1 hora antes é pedir para se estressar ou esquecer de alguma coisa. Especialmente se seu filho for bebê, quando levamos o triplo de bagagem!
  2. Viajar sem a cadeirinha no carro
    Furada, cilada, roubada! Perigosíssimo transportar crianças sem a cadeirinha do carro! Além de tudo, é lei, é obrigatório! Até, pelo menos, um ano da idade, bebê conforto; entre um e quatro anos, pode passar para a cadeirinha de segurança; entre quatro e sete anos e meio, assentos de elevação. Na dúvida entre qual modelo usar atente-se ao peso e altura da criança juntamente com as recomendações do equipamento fornecidas pelo fabricante.
  3. Viajar por muitas horas de avião com bebê no colo
    É uma decisão difícil ($$)! Se por um lado a economia de não pagar um assento para o bebê de colo faz uma bela diferença no orçamento, por outro lado ficar com um bebê no colo sentada (e imóvel para não acordar o filho) no assento do avião por várias horas seguidas é beeeeem, mas beeeem incômoda. Já fui para Miami com filho de 11 meses no colo e meu braço quase gangrenou (rs).
  4. Não levar água e lanchinho
    Criança entediada na viagem já é difícil. Criança entediada e com fome/ sede, aí é osso! Tem que fazer uma lancheirinha para levar na viagem, não tem jeito! Outra dica é levar chupetas extras! Quantas vezes no meio da estrada eu pirei porque a filha tacava a chupeta no meio do estofamento e ninguém conseguia achar!
  5. Não levar farmacinha
    Farmacinha, carteirinha do plano de saúde, telefone da pediatra e doses recomendadas… Tudo sempre à mão. Infelizmente pode aparecer uma virose, uma dor de barriga ou mesmo uma alergia a picadas. Passar por uma febre inesperada e estando fora de casa, é muita roubada não ter à mão um remédio que a criança já esteja acostumada a usar.
  6. Não saber nada sobre o destino ou o hotel
    Eu até gosto do movimento “Deixa a vida me levar”, mas com filhos pequenos tudo muda, né? Talvez a desinformação não chegue a estragar a viagem, mas pode gerar um certo desconforto. Por exemplo, vocês chegam no hotel com toda a criançada e descobrem que o lugar é considerado o “melhor resort da América do Sul para curtir a dois e passar a lua de mel”! “Você acaba se sentindo com aquela obrigação de sair falando aquela frase bem conhecida entre as mães: ‘desculpe pela bagunça, desculpe qualquer coisa’”, comentou Luciana, a mãe da Malu. Não que isso não possa acabar virando uma piada depois…
  7. Fotos, poses e vídeos
    Preocupar-se em registrar tooodos os detalhes da viagem, tirando fotos o tempo inteiro para postar no Instagram, no Facebook, fazer lives ou stories e esquecer-se de curtir o momento AO VIVO é uma das maiores ciladas de viagem!
  8. Esquecer a paciência em casa
    E caso algo não saia como o planejado (que é o que geralmente acontece mesmo hahah), não caia na cilada de perder a paciência! Faz parte também! Aproveitem!!

E você, também já passou por alguma cilada em viagem com filhos? Qual a maior furada em férias que vocês já se encontraram?

Deixe seu comentário!