Planejar a viagem

Dicas para quem tem medo de voar

Férias à vista, passagens em mãos, malas prontas e… Medo de embarcar no avião! Confiram as dicas de um especialista em aviação civil para fazer uma viagem mais tranquila.

Você também pode salvar no Pinterest e ler mais tarde:

medodeaviao

Eu amo viajar e a criação do blog Todas as Mães #EmViagem não veio à toa: adoro compartilhar as experiências de viagens para inspirar outras famílias. Aprendi que viajar com bebês e crianças pode ser ainda melhor quando dispomos de mais informação e planejamento. Mas tenho algo a confessar: tenho medo de avião!

Eu não posso falar que tenho pavor, já que o que sinto não me paralisa nem me limita, ou seja, não deixo de viajar por causa do medo que sinto. Mas que viajar de avião me deixa muito tensa, ah isso sim.

Nessa foto até que eu parecia estar serena, mas a real é que eu fico mega tensa!

Já tentei maracujina (tenho medo de tomar remédios mais fortes, chapar no avião e se cair a máscara de oxigênio eu não estar acordada pra pegar 🙄), meditação (mindfulness), reza antes, durante e depois, promessa e distração, mas não dá! Dormir durante o vôo? Que inveja que sinto daquelas pessoas que simplesmente fecham os olhos e roncam!

Já expus essa questão no perfil @todasasmaes no Instagram e sei que muuuita gente passa pela mesma situação que eu. Diante disso, vou compartilhar aqui um artigo que recebi no meu email com dicas para quem tem medo de voar.

O autor do texto é o especialista em aviação civil da AGQ Brasil, Angelo Giordano Júnior.

“Voar, apesar do que você possa sentir e pensar a respeito, é algo muito seguro”

*Por Angelo Giordano Junior

Para se ter uma ideia, segundo dados estatísticos, a chance de uma pessoa se envolver em um acidente aéreo é de 1 em 11 milhões, portanto é muito mais fácil ganhar na loteria.

Apesar de todas as estatísticas, o que importa mesmo são as sensações que sentimos quando entramos em um avião, pois neste momento deixamos para trás o nosso lado racional e deixamos fluir todo o nosso emocional.

Para ajudar no controle emocional, escrevi algumas dicas que devem ser seguidas para se controlar o medo de voar:

  • Confie no fabricante da aeronave, pois todos seguem rigorosos processos nos projetos e testes, que podem durar até alguns anos para que as aeronaves sejam liberadas pelas autoridades aeronáuticas para a produção em série;
  • Confie na manutenção e operação da companhia aérea, pois todas seguem os mais altos padrões de segurança, investindo em qualidade, tecnologia e treinamento de pessoal. Além disso, todos os processos de manutenção e operação são auditados e vistoriados todos os anos;
  • Separe aquilo que você sente daquilo que você vê acontecer, pois as nossas sensações podem ser enganosas, muitas vezes não refletindo o que realmente está acontecendo. Para aquelas pessoas que sentem muito medo, procure um assento no meio, ponto de maior estabilidade do avião e quando possível mantenha a cortina da janela aberta;
  • Não se preocupe com os ruídos que você ouve, pois os aviões têm inúmeros mecanismos eletromecânicos que são acionados constantemente e por isso emitem sons e ruídos esquisitos;
  • Procure respirar profundamente, pois quando estamos com muito medo (ou em pânico) a sensação que sentimos é de que estamos com falta de ar, isso acontece porque não deixamos que toda a quantidade de ar necessária entre em nossos pulmões e possa oxigenar de maneira adequada o nosso cérebro. Quando estamos dentro de uma aeronave pressurizada – que voa a grandes altitudes – a quantidade de oxigênio disponível é um pouco menor do que em terra firme, o que pode piorar a sensação de medo ou pânico;
  • Mantenha bons pensamentos, pois como é sabido pensamentos ruins são como formas de ondas energéticas deletérias que podem ser emitidas e absorvidas pelo nosso cérebro, podendo assim contaminar o ambiente onde estamos e portanto, aumentar a sensação de medo ou pânico geral;
  • Além destas pequenas recomendações, indico a leitura de artigos e livros especializados, tal como o livro “Voar sem medo” do autor e Comandante Keith Godfrey, com tradução e adaptação de Ernesto Klotzel, editora Ediouro.

*Angelo Giordano Junior é especialista em aviação civil da AGQ Brasil, fundada em 2005, com sede em Belo Horizonte, que atua no mercado de certificações oferecendo consultoria, treinamento, auditoria e assessoria com foco em sistemas de gestão.

Leia também:

Viagem de avião com criança: o que levar na bagagem de mão

A importância de contratar um seguro viagem antes de viajar

Viaje com desconto

No Instagram, acompanhe nossas dicas de viagens com crianças pela #TodasasMaesEmViagem

 

 

Deixe seu comentário!