América do Sul

Roteiro de viagem: Montevidéu em 3 dias

Mais um roteiro de viagem completo para inspirar os leitores do Todas as Mães em Viagem! Na semana do carnaval, aproveitamos para viajar para o Uruguai e conhecer Montevidéu e Punta del Este!

Salve no Pinterest:

roteiro em montevideu

Montevidéu é uma cidade pequena e acolhedora. Não alugamos carro e usamos Uber em todos as vezes que tivemos que nos locomover para lugares mais distantes. Os passeios em geral são relativamente perto, dando cerca de 10, 15 minutos entre os pontos.

Nos hospedamos no bairro de Pocitos do lado de Punta Carretas… são dois bairros super recomendados para ficar! Pocitos é um bairro gostoso de caminhar e é onde fica a Praia de Pocitos. Ficamos no Pocitos Plaza Hotel e tem um post só sobre a hospedagem no Uruguai!

>> Reserve o Pocitos Plaza Hotel pelo Booking.com

Vou listar aqui os passeios imperdíveis fazer em Montevidéu!

Uma dica importante que sempre dou: quando fazemos passeios à pé, usamos o aplicativo Google Maps para nos localizar e orientar.

Praia de Pocitos

Praia de Pocitos

Pertinho do nosso hotel, bastava andar um quarteirão para chegar até a Praia de Pocitos! A praia, na verdade, é rio! Juro pra você, é difícil mesmo de acreditar quando a gente vê ao vivo, mas a água gelada da “praia” é o Rio da Prata. A Praia de Pocitos é apropriada para banho – as crianças entraram – e super procurada tanto por turistas quanto por moradores. Mas a água é bem gelada e não me senti atraída pra nadar (diferente de pegar praia em Punta del Este). Mas passear pela rambla (como é chamada a orla) é uma delícia. No meio do caminho, é possível cruzar com os patinetes de aluguel por app, como aqui.

O que você mais irá ver na rua aos finais de semana: os uruguaios passeando despreocupadamente com a sua cuia e mate a tiracolo na mais tranquila paz!

Andando cerca de 10 minutos pela rambla para o lado esquerdo (olhando para a praia) você chega no letreiro de Montevidéu e aproveita para tirar a tão emblemática foto.

O letreiro de Montevidéu na Praia de Pocitos

Feira Tristán Narvaja

Se você estiver em Montevidéu em um domingo, pode aproveitar para fazer um passeio super tradicional: conhecer a famosa feira Tristán Narvaja, que acontece aos domingos no bairro Córdon. A feira é enorme e ocupa muitos quarteirões! Lá tem de tudo: comida, bugiganga, antiguidade, roupa, livros etc. Mas sinceramente, acho que é um programa que dá para pular, principalmente para quem estiver com criança.

Ciudad Vieja

Da feira Tristán Narvaja, pegamos um Uber e fomos até a Ciudad Vieja (Cidade Velha, a parte mais antiga de Montevidéu). Já descemos na Plaza Independencia (Praça Independência) e avistamos o monumento do General Artigas, o fundador da nação. Embaixo tem um mausoléu com toda a sua história. O Palácio Salvo, que pode ser avistado da praça, é outra construção histórica. Foi a torre mais alta da América do Sul por muitos anos (tem 95 metros de altura e 27 andares). Ao redor da praça também está o Teatro Sólis (não entramos) que fica aberto para visitações guiadas. Tire foto na Puerta de la Ciudadela (Porta da Cidade), uma construção que representa a porta de entrada de uma muralha que havia ali para proteger a antiga cidadela de ataques portugueses e ingleses. Essa porta foi demolida em 1877 e restaurada em 2009.

A Puerta de la Ciudadela

Saindo da Plaza Independencia, caminhamos pela Sarandi, a principal rua exclusiva para pedestres da Ciudad Vieja. Tem muitas lojas nessa rua, mas como era domingo, estava tudo fechado. Mas ok, eu também não estava lá para fazer compras.

Detalhe do chão da Rua Sarandi

Nessa caminhadinha também passamos pela Plaza Constitución (Praça da Constituição), que é a praça mais antiga da cidade, também chamada de Praça Matriz. Fica em frente à Catedral Metropolitana de Montevidéu.

E depois de fazer todo esse percurso histórico pela Ciudad Vieja, finalmente chegamos em outro ponto turístico imperdível em Montevidéu, principalmente se você gosta de comer bem… O Mercado del Puerto! .

Mercado del Puerto

Da Plaza Independencia até o Mercado foram cerca de 20 minutos de caminhada… mas uma caminhada gostosa, de passeio. No meio do caminho até cruzamos com um parquinho para as crianças brincarem (sempre vai haver um parquinho!). Ao redor do Mercado del Puerto tem algumas lojinhas de souvenir para quem gosta. Mas vamos falar do que interessa: a parrila uruguaia!

A vitrine de carnes no restaurante do Mercado del Puerto

O churrasco uruguaio  é famoso no mundo inteiro! Foi a melhor carne que já comi na vida, sem brincadeira! Eles têm uma forma diferente de assar e só de ver as carnes na brasa já é uma atração. E aí vai do gosto de cada um escolher o corte da carne. Em todos os restaurantes que fomos no Uruguai eu pedi o vacio, que é fraldinha. Mas outras carnes pedidas são o asado (costela), picanha, chorizo (linguiça), além de miúdos (eu particularmente não gosto). Para acompanhar, peça legumes grelhados! As carnes são grandes, então nem precisávamos pedir menu kids: pedíamos uma carne para cada adulto + acompanhamento (legumes ou arroz) e então dividíamos com as crianças.


No Mercado del Puerto almoçamos no restaurante no El Palenque, restaurante queridinho da região que serve a autêntica parrilla uruguaia. Você vai achar bastante gente na internet sugerindo sentar no balcão para ver de pertinho o preparo das carnes. Mas com crianças não dá, fica muito desconfortável. Fomos no domingo, chegamos por volta das 13h30 e conseguimos sentar logo. Mas pouco depois, já se formou fila de espera para conseguir uma mesa. Então chegue cedo. Aos sábados, pelo li, os restaurantes lotam!

Para beber, a cerveja uruguaia Patricia, lógico! Outra cerveja comum do Uruguai é a Pilsen. Mas não deixe de experimentar pelo menos uma taça de Medio y Medio, uma bebida tradicional do Mercado del Puerto que mistura vinho branco e espumante. Serve gelada e é super refrescante. Para quem quiser trazer para o Brasil, a garrafa de Medio y Medio vende em qualquer supermercado de lá e não é caro (cerca de 200 pesos uruguaios).

Medio y Medio uma bebida classica do Mercado del Puerto

E para finalizar esse almoço, a sobremesa feita com outra iguaria uruguaia: panqueca de dulce de letche. Aliás, dica para as formiguinhas: compre pelo menos uma embalagem de doce de leite para trazer na mala (as marcas Conaprole e Los Nietitos são bem conhecidas e super fácil de encontrar em qualquer supermercado).

Panqueca de doce de leite do El Palenque

Bodega Bouza

E já que entramos no assunto gastronômico, não dá para deixar de lado uma visita a uma vinícola do Uruguai. A tannat é a variedade de uva mais produzida nos vinhedos uruguaios e reconhecido no mundo inteiro, então você vai experimentar muito vinho tannat!  Montevidéu tem muitas vinícolas bem pertinho e, por estarmos com crianças, optamos pela mais próxima e também que oferecia uma infra boa!

Contratamos o transporte de ida e volta com a própria vinícola

Escolhemos a Bodega Bouza, que é muito bem avaliada, e fica há 40 minutos de Montevidéu. Só para vocês saberem: em um restaurante de Punta del Leste, conversamos um pouco com o sommelier da casa e pedimos a opinião dele sobre os vinhos Bouza sem mencionar que já tínhamos feito a visita. Ele elogiou bastante a vinícola, para o nosso alívio (rs).

A tannat é a variedade de uva mais comum nos vinhedos uruguaios

Na Bodega Bouza você pode fazer o tour guiado pela vinícola e conhecer um pouco do processo da plantação das uvas até o engarrafamento, além da degustação e almoço. Fizemos o tour guiado e em seguida a degustação (4 taças de vinho diferentes + harmonização com entradinhas). Foi muito tranquilo participar do tour com os pequenos. A vinícola é linda, tem um cenário maravilhoso e no tour guiado, que foi todo em português, somos convidados a experimentar as uvas direto das vinhas. As crianças amaram essa parte!

A melhor parte: vai começar a degustacao na Bodega Bouza

No final de tudo, fica bem difícil resistir a levar alguns vinhos da loja. Fomos e voltamos com transporte contratado pela própria Bodega Bouza, que nos pegou direto no hotel e achei a melhor solução. A degustação teve o custo de 1200 pesos uruguaios por pessoa e o transporte de ida e volta foi 400 pesos uruguaios por pessoa (as crianças também pagaram). Fiz a reserva por email com 1 semana de antecedência.

P.S. Se você curte vinhos e for para Punta del Este, tente encaixar uma visita à vinícola Garzón, que foi eleita a melhor vinícola do Novo Mundo em 2018. Ou então vale pedir um vinho Garzon quando for comer em algum restaurante.

Estádio Centenário

Visita ao estádio Centenário

Esse foi um passeio que valeu muito a pena e as crianças também se divertiram muito – mesmo não sendo exatamente um local para brincar (rs). O Estádio Centenário foi construído em 1930 para sediar a primeira Copa do Mundo, que foi realizada no Uruguai. Tem tanta história nas costas que foi eleito um Patrimônio Cultural da Humanidade! Quando fomos, o museu que tem ali estava fechado (era feriado de carnaval), mas conseguimos entrar para conhecer o estádio e andar por toda a arquibancada e tribuna. Pagamos 70 pesos uruguaios para entrar (as crianças não pagaram).

Bar Facal e Fonte dos Cadeados

A fonte dos cadeados que garante o amor duradouro <3

O Bar Facal é o bar mais antigo da cidade e existe desde 1822. Na frente dele tem a estátua de Carlos Gardel, o mais famoso cantor de tango que existiu. Há uma grande polêmica quanto sua nacionalidade e muitos sustentam que ele nasceu no interior do Uruguai (enquanto outra parte atribui a França como o local de seu nascimento). Fato é que, assim como a Argentina, o tango é muito forte no Uruguai também. Bem ao lado do Bar Facal, instalada na famosa Avenida 18 de Julho, há uma outra atração que atrai os visitantes: é a fonte dos cadeados. O que era para ser uma construção decorativa, acabou tornando-se um ponto para muitas fotos e visitação. Segundo a placa, “a lenda desta jovem fonte diz que se você colocar um cadeado com as iniciais de duas pessoas que se amam elas aqui voltarão e seu amor viverá para sempre”. Eu que não sou boba, aproveitei para deixar o cadeado com os nomes da família inteira hahaha

Depois de conhecer Montevidéu, pegamos um ônibus da COT com destino a Punta del Este. Esse ônibus sai tanto da rodoviária quanto do aeroporto. A viagem dura cerca de 2 horas e custou 316 pesos uruguaios por pessoa.

Continue lendo no próximo post, com o nosso roteiro em Punta del Este.

Leia também:

Viagem para o Uruguai: tudo o que você precisa saber antes de ir

Roteiro de 3 dias em Punta del Este

Hotéis no Uruguai: onde ficar em Montevidéu e Punta del Este

>> Leia também a matéria de minha autoria no Catraca Livre Viagem: Breve relato de uma viagem gastronômica no Uruguai 

Confira as ofertas para o Uruguai pelo Hotel Urbano

Deixe seu comentário!