Saúde & Alimentação

Ceatox: tenha o telefone sempre à mão

ceatox

Nós, mães, sabemos que com filho em casa não dá para vacilar 1 segundo! Basta um rápido descuido e a criança – aquela mesma, que a gente ACHA que já entende – pode fazer alguma besteira.

Por isso quero deixar uma dica valiosa pra vocês, que é o Ceatox, Centro de Assistência Toxicológica do Instituto da Criança do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Peguei a dica em um grupo de mães do Facebook e infelizmente já tive que usar :/

O Ceatox-SP funciona 24 horas por dia, fornece informações e orienta a população em geral sobre casos de envenenamento, exposição a substâncias tóxicas, contaminação com defensivos agrícolas, acidentes com animais venenosos e reações adversas a medicamentos, via telefone, auxiliando no diagnóstico e tratamento. A equipe de plantonista é composta por médicos, farmacêuticos e enfermeiros. O plantonista informará se há necessidade do paciente ir ao hospital, ou se o mesmo pode ficar em casa. Além disso, ele poderá orientar alguma conduta que possa ser realizada em casa.

No meu caso liguei para o Ceatox porque percebi que a farmácia cometeu um erro (e eu também, de não verificar) e me vendeu um xarope adulto e não o pediátrico, apesar de ter apresentado a receita correta. Já tinha oferecido duas doses para o meu filho no dia. Aí fiquei naquela: “putz, e agora, o que eu faço??”. Esperar pra ver se aparece alguma reação, obviamente não dá! Antes de me desesperar e pensar em uma possível super dosagem, liguei no Ceatox para saber se poderia haver algum problema. Informei todos os dados solicitados da embalagem do remédio, além de idade e peso do meu filho. Fui muito bem atendida! E (ufa), graças a Deus, não era necessário ir ao PS porque AQUELE xarope era seguro.

ceatox

Já vi algumas mães sem saber como agir porque o filho comeu pomada para assadura, tomou shampoo…ou seja, o perigo pode estar em qualquer canto de casa e a gente nunca sabe o que isso pode causar. Isso sem falar com as substâncias extremamente perigosas, que não sabemos quais os primeiros procedimentos a serem tomados antes de ir ao PS. Por isso, minha dica é anotar o telefone do Ceatox no celular, na agenda, na geladeira, aonde for…

CEATOX-SP

0800-0148110

Leiam, também, outro post importantíssimo sobre plantas comuns em casa que podem ser tóxicas para as crianças e os animais.

Saúde & Alimentação

Lancheira: como mandar suco natural

Depois de fazer uma avaliação das lancheiras preparadas pelas mães no post anterior, a nutricionista Juliana Dragone deixou algumas dicas sobre as frutas, para quem quiser preparar sucos naturais para colocar na lancheira dos filhos. As frutas que sofrem menos oxidação mantém o sabor por até 6 horas.

suco de frutas

E lembre-se do que a nutricionista Juliana Dragone falou no post das lancheiras: escolha fruta ou suco. “O excesso de frutas pode aumentar a glicose sanguínea gerando um diabetes”, explicou.

Todas as Mães: Se a mãe preferir mandar suco natural, quais são as frutas mais adequadas (que não azedam, por exemplo) e por quanto tempo podem ficar na garrafinha térmica? Salada de frutas também pode ser mandada e guardada na lancheira?

Juliana Dragone: “Os melhores são: acerola, abacaxi, melão, maracujá, por sofrerem menos oxidação e não alterarem o sabor até 6 horas. As melhores garrafas são as muito bem vedadas, escuras e pequenas, para que fiquem com 90 % do mínimo do espaço preenchido, dessa forma terá menor oxidação. A mãe deve fazer o suco 30 minutos antes de a criança ir à escola. A salada de frutas deve ser levada na lancheira térmica”.

Receitinha fácil e rápida de suco natural para levar na garrafinha térmica, por Juliana Dragone:

Suco de Maracujá – rendimento 1 porção:

Ingredientes

– 1 maracujá
– 2 copos de água

Modo de Preparo

Lave o maracujá. Abra-o e retire a polpa. Bata no liquidificador, a polpa juntamente com a água. Coe o suco, adoce e sirva.

Sei que fazer suco natural todo dia para levar para a escola é trabalhoso e por isso, na correria do dia a dia, optamos pelos sucos de caixinha. Mas podemos tentar alguma mudança, né? Que tal começar substituindo pelo menos 1 vez na semana o suco de caixinha pelo natural, preparado em casa? Eu também vou fazer assim em casa…

E não deixe de ler o post anterior, sobre a avaliação das lancheiras pela nutricionista Juliana Dragone, que ficou muito legal e bem esclarecedor quanto à montagem no lanche das crianças!

Nutricionista Juliana Dragone – CRN3: 27403 é Pós – graduada em Nutrição Clínica pelo GANEP – Grupo de apoio a nutrição enteral e parenteral.

Site: http://www.nutricionistajuliana.com.br

Saúde & Alimentação

A lancheira ideal: nutricionista avalia lanches montados pelas mães

Eu já contei que meu filho comia o lanchinho da tarde fornecido pela escola, mas de uns tempos pra cá ele passou a pedir para levar o lanche de casa. E óbvio, foi a partir daí que tive dúvidas em como montar a lancheira ideal para os nossos filhos!

lancheira

Como sei muito bem que essa dificuldade não é só minha – é de todas as mães – fiz o seguinte:
Pedi para duas mães me mandarem fotos das lancheiras já montadas de seus filhos. A terceira lancheira é a da minha filha, que começará na escolinha. Encaminhei o material para a nutricionista Juliana Dragone, pós-graduada em Nutrição Clínica pelo GANEP – Grupo de apoio a nutrição enteral e parenteral. Com a descrição dos itens à mão, a nutricionista avaliou o que tinha de errado nessas lancheiras.
Me surpreendi! Por exemplo, a lancheira que montei para a minha filha tinha muita fruta. E eu achando estar super saudável! De acordo com Juliana Dragone, o excesso de frutas pode aumentar a glicose sanguínea, gerando um diabetes. “Ou leva a fruta ou leva o suco”, completa a nutricionista.
Com as orientações abaixo, conseguimos ir atrás de opções mais saudáveis para as nossas crianças. Curiosos para ver as lancheiras?
Segundo a nutricionista Juliana Dragone, a lancheira ideal deve conter:

1 fonte de carboidrato, 1 fonte de proteína, 1 fonte de frutas

E atenção com iogurtes, queijos e requeijão: “Podem ficar 3 horas fora da geladeira, após esse tempo tem que jogar fora”.
Lancheira da Carolina, 8 anos

lancheira da carolina

Suquinho (néctar) de maracujá
Bisnaguinha com requeijão e salame

Bolacha de gergelim

Juliana Dragone: “Esta lancheira não está nutritiva. O salame é um alimento embutido rico em gordura de origem saturada (animal), aumentando as taxas de gordura ruim no sangue (LDL – Colesterol e TG). O suco néctar possui muito sódio e pode levar um ganho de peso excessivo. Devemos trocar o néctar por um suco natural, a bisnaguinha pela bisnaguinha integral light, o requeijão pelo light e excluir o salame. A bolacha de gergelim está ok. Mas tem que tomar cuidado que não pode mandar o pacote todo da bolacha. São apenas algumas unidades, por exemplo, 3 unidades”.

Lancheira do Rafael, 3 anos (2 lanches)

lancheira do Rafa

Suco de morango sem corantes
Toddynho
Danoninho
Banana
Uva
Bisnaguinha com cream cheese light e geléia de damasco

Juliana Dragone: “Esta lancheira está com excesso de leite e frutas. Deve escolher entre levar o toddynho ou o danoninho. E sempre preferir a versão light, para controle de peso. Ou leva fruta ou o suco. O excesso de frutas pode aumentar a glicose sanguínea gerando um diabetes. A bisnaguinha deve substituir pela integral light e o cream cheese pelo light e a geléia está ok”.

Lancheira da Alice, 1 ano e meio

lancheira da alice

Suco de maçã
Bolinho orgânico de banana
Ameixa

Juliana Dragone: “Esta lancheira tem excesso de frutas. Ou leva o suco ou leva a fruta”.

Sei que fazer a lancheira ideal todos os dias pode ser difícil, mas pelo menos use essas informações a seu favor!

No próximo post, a nutricionista Juliana Dragone dará orientações para levar sucos naturais e salada de frutas para o lanche da escola.

Nutricionista Juliana Dragone – CRN3: 27403 é Pós – graduada em Nutrição Clínica pelo GANEP – Grupo de apoio a nutrição enteral e parenteral.
Site: http://www.nutricionistajuliana.com.br
E-mail: contato@nutricionistajuliana.com.br
Facebook: Nutricionista Juliana Dragone