Viagens

O que fazer em Ilhabela com chuva e crianças

Se o tempo não ajudou para pegar uma praia, saiba que há passeios bem legais para fazer com a criançada em Ilhabela. Conheça a rica programação histórica e cultural da ilha

Praias, banhos de cachoeira, trilhas, mergulho, passeios de barco, de jipe ou de bike… Sem dúvidas, Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, é um dos lugares mais belos e interessantes para visitar. Mas e quando o tempo não ajuda e a chuva estraga os planos do dia? E se você estiver com crianças? O que fazer? Ficar trancafiado no hotel?? Sacar o baralho da mala? De jeito nenhum!

Eu já fiz um post com dicas para curtir Ilhabela no verão com crianças e neste texto vou contar como é possível curtir uma programação cultural com as crianças. Eu contei todo esse roteiro pelo meu perfil do Instagram durante nossas férias de janeiro, mas aqui vou detalhar mais.

O passeio cultural foi todo feito no Centro Histórico, a charmosa Vila.

Para começar, visitamos o antigo prédio da Cadeia e Fórum, construído em 1803, hoje transformado no Centro de Exposição do Parque Estadual da Ilhabela. Conferimos uma exposição sobre a fauna e a flora da Ilhabela, além da história e da cultura tradicional caiçara. O passeio ganha ares de mistério nas salas das exposições, que ainda mantém preservadas as grades das antigas celas.

Clique nas imagens abaixo para visualizar as fotos.

Depois visitamos a Igreja Matriz Nossa Senhora D’Ajuda, a padroeira de Ilhabela. Construída no final do século XVII, ela é linda por dentro e por fora. No alto da escadaria, uma visão panorâmica do centro histórico. Dentro da igreja há ainda uma lojinha onde vende-se alguns souvenirs. Não resisti e trouxe de lembrança uma pequena imagem de Nossa Senhora D’Ajuda.

Ainda na vila, conhecemos o Museu Waldemar Belisário, que possui um acervo permanente do artista e outras exposições temporárias, entre elas uma sobre a folclórica Congada da Festa de São Benedito de Ilhabela, com bonecos em tamanho real (o que obviamente fez com que as crianças ficassem vidradas!)

No mesmo local visitamos uma exposição impressionante sobre os navios naufragados ao redor da Ilhabela. Não tem 1 fotinho sequer pois nesta sala era proibido fotografar. Mas é possível ver fotos e maquetes dos principais navios que afundaram por ali, como o Príncipe das Astúrias, o maior naufrágio da costa brasileira, conhecido como o Titanic brasileiro. Também tem objetos achados nesses naufrágios, como louças e até uma boneca! As crianças amaram essa exposição dos navios, foi realmente muito surpreendente!

O Príncipe de Astúrias era considerado o transatlântico mais luxuoso da Espanha. Em 5 de março de 1916, o navio se dirigia ao porto de Santos, fazendo sua sexta viagem à América do Sul. Chovia forte e a visibilidade era baixíssima, quando durante a madrugada, o navio bateu violentamente na laje submersa da Ponta da Pirabura. Pouco depois o navio estava totalmente submerso. Oficialmente 445 pessoas morreram e apenas 143 sobreviveram, porém, o navio teria centenas de clandestinos que viajavam nos porões. Estima-se que mais de mil pessoas morreram neste naufrágio. Em uma outra versão da história, o navio teria feito uma parada próximo à Ilha dos Búzios, pertencente ao Arquipélago de Ilhabela, onde a carga de ouro teria sido desviada para outra embarcação, de maneira que o naufrágio teria ocorrido de forma premeditada. (Trecho extraído do site www.ilhabela.sp.gov.br)

Foto: http://www.ilhabela.sp.gov.br

Foto: http://www.ilhabela.sp.gov.br

Ah, e no mesmo prédio, ainda é possível fazer uma visita às novas instalações da Biblioteca Pública Municipal “Dr. Renato Lopes Corrêa”. Choveu? Que tal levar a criançada para ler um livro na biblioteca?!

biblioteca municipal ilhabela

Seguindo o passeio pela vila, pausa para a tradicional fotinho nos históricos canhões da artilharia portuguesa próximos ao píer (quando criança brinquei muito nesses canhões). A história dos canhões, que datam do século XVI, e foram restaurados recentemente, remete à defesa da Ilha contra a intensa atividade de piratas ingleses e holandeses na região.

O píer também vale a visita. Antiga porta de entrada da cidade, hoje conta com um mosaico belíssimo da artista plástica Ana Canale. É neste píer que moradores pescam e que turistas do mundo inteiro desembarcam dos tenders dos navios de cruzeiro que atracam na Ilha.

Claro que depois de andar e conhecer tanto lugar, todos nós merecemos um almoço delicioso pela região e depois a parada obrigatória na Sorveteria Rocha, na Rua do Meio.

Enfim, já deu para notar que Ilhabela também é muito rica em cultura e história! As crianças adoraram o passeio (e os adultos também!!)

Leia também:

Dicas para curtir Ilhabela com crianças

Os melhores hotéis para se hospedar com crianças

Férias: 10 dicas para viajar com as crianças de carro

Sem categoria

Férias de verão: alerta para as praias impróprias para banho

Atenção para as praias impróprias para nadar no litoral paulista nestas férias!

IMG_1551

Minha cara de decepção quando me deparei com essa bandeira da Cetesb na praia da Siriúba, Ilhabela. Para quem não sabe, a Cetesb classifica as praias em 2 categorias: própria e impróprio. Quando é imprópria, significa que é desaconselhável nadar, uma vez que pode ter um grande número de coliformes fecais * eca * (hoje chamados de coliformes termotolerantes), E. coli e enterococos. A densidade alta desses organismos tem a ver com a poluição pelos esgotos.

IMG_1553

Pesquisei e descobri que o risco de nadar em águas impróprias é contrair doenças do trato gastrointestinal como vômitos e diarreias e algumas doenças até mais graves.

Lembrando que com as crianças o cuidado deve ser redobrado, já que elas vivem engolindo água, colocando a mão na boca…Portanto, melhor não dar bobeira!

Mas nem sempre a classificação como imprópria tem a ver com a poluição pelos esgotos. No site da Cetesb achei a informação que uma praia também pode ser classificada na categoria Imprópria devido a circunstâncias como a presença de óleo provocada por derramamento acidental de petróleo; ocorrência de maré vermelha; floração de algas potencialmente tóxicas ou surtos de doenças de veiculação hídrica.

A foto da bandeira da Cetesb é da praia de Itaquanduba, também imprópria na Ilhabela. Para ver a classificação das praias de São Paulo, o mapa da qualidade das praias está disponível no site da Cetesb http://cetesb.sp.gov.br/praias/mapa-da-qualidade/.

IMG_1552

Importante ressaltar que essa classificação é temporária e pode ser alterada de acordo com o período de amostragem.

Viagens

Os melhores hotéis para se hospedar com crianças

Para quem procura conforto e uma boa infraestrutura para crianças, confiram os hotéis mais indicados para se hospedar com a família e crianças.

Em novembro fomos pela segunda vez passar um fim de semana no Santa Clara Eco Resorts, localizado na cidade de Dourado, há cerca de 3 horas de São Paulo. Voltamos de lá muito felizes com a estrutura, serviços e alimentação. Pudera, mais tarde descobri que o Santa Clara foi eleito o segundo melhor hotel para famílias do mundo, segundo o Travellers Choice 2017, prêmio do TripAdvisor

Diante disso, quis logo saber: qual é o hotel número 1 do mundo para ir com a familia??

É o Cavallino Bianco Family Spa Grand Hotel, localizado em uma pequena cidade chamada Ortisei, na Itália, em uma região de neve e esqui. Fica quase na fronteira com a Áustria. Entrei no site do hotel e de fato eles oferecem uma estrutura espetacular para as crianças e muitas atrações familiares. Por curiosidade, mandei um email pedindo cotação de 1 quarto para 2 adultos e 2 crianças para 3 noites no mês de fevereiro. Só pra saber mesmo (rs). Recebi a resposta! 1295,00 EUROS por dia, amiga (sistema all inclusive)! O total ficaria em € 3885,00.

Foto: TripAdvisor

Foto: TripAdvisor

Hoje a cotação do Euro está em € 1 para R$ 3,922. Então para passar 3 noites no melhor hotel do mundo para famílias nós gastaríamos R$ 15.236,97 (se tivéssemos). Acho que prefiro focar no segundo melhor hahah

O TripAdvisor também fornece a relação dos melhores hotéis familiares do Brasil – que apesar de caros, são bem mais acessíveis do que os melhores do mundo (que inclui empreendimentos da Turquia, Grécia, Jamaica, etc, além dos já citados Cavallino, na Itália, e Santa Clara, no Brasil).

Abaixo os 10 melhores hotéis para famílias no Brasil, segundo o prêmio Travellers Choice 2017. Tive a oportunidade de conhecer alguns e estou publicando algumas fotos que tiramos nesses hotéis e minha avaliação sobre eles!

  1. Santa Clara Eco Resorts, Dourado (SP)

Já fui 2 vezes e amei a experiência! Contei em um post os detalhes da primeira vez que fomos. Continuo achando que tem a melhor brinquedoteca que já conheci em um hotel. A “prainha” (piscina tipo praia) é maravilhosa para ir com criança pequenininha. Já o tobogã fez o maior sucesso com o meu mais velho, de 6 anos. O parquinho na árvore recém inaugurado é algo que nunca vi! Um misto de play com brinquedão, arvorismo e casa na árvore! Daqueles parquinhos que dá gosto de ver a criança brincando e ainda dá vontade de subir junto! Em dezembro foi inaugurado o Santa Clara Ibiúna Resort, também com uma infra de tirar o fôlego.

Clique na imagem para visualizar as fotos.

2. Hotel Fazenda Mazzaropi, Taubaté (SP)

Já fomos 3 vezes no Mazza e também foi excelente! Equipe, estrutura, comida, tudo! No meu ponto de vista, a diferença entre o Santa Clara e o Mazzaropi é que o primeiro tem muitas atrações para os adultos também e tem uma pegada mais radical (tem a mega tirolesa, cavalgada até a cidade, rapel na cachoeira etc). Em relação à estrutura, acho o Santa Clara com uma atmosfera um pouco mais chique e o Mazzaropi mais “fazenda”. No quesito monitoria… difícil escolher. Ambos são imperdíveis!! Gostei do Mazzaropi porque enquanto você está na piscina, rolava um espetinho de churrasco para você petiscar com as crianças (incluso no pacote).

Clique na imagem para visualizar as fotos.

3. Hotel Vila Inglesa, Campos do Jordão (SP)

O Vila Inglesa também figura entre os melhores hotéis do Brasil (na categoria geral) na mesma premiação. Não conheço, mas pelas fotos do site parece ser um hotel com uma linha “fazenda requintada” e com uma vista belíssima.

4. Hotel Ritta Hoppner, Gramado (RS)

Não fiquei neste hotel, mas já fui para Gramado e Canela com as crianças e dei algumas dicas de passeios por lá em um post.

5. Bourbon Atibaia Convention & Spa Resort, Atibaia (SP)

Fui 1 vez com a família e amigos. O grande tchans do Bourbon é que tem a Turma da Mônica como chamariz. É um hotel (bem) grande e não segue o mesmo estilo de “hotel fazenda/ eco” como o Santa Clara e o Mazzaropi. Para ir do hotel até a piscina, por exemplo, para quem não quer fazer uma boa caminhadinha, tem que pegar um trenzinho. Chato, se você esquecer alguma coisa no quarto e ter que voltar (sim, aconteceu comigo rs). Não aproveitamos muito a piscina porque fomos em maio, já não estava tanto calor e a água estava bem fria. Mas tem uma área bem lúdica, com os personagens, escorregadores e tobogãs. A brinquedoteca da piscina achei legalzinha, as crianças se divertiram. Já a brinquedoteca que fica no prédio do hotel achei fraquinha, sem muitas opções. A Alice era baby e o Teodoro não quis ficar com a monitoria (estava com 3 anos), então não posso opinar. É importante checar a agenda do encontro com os personagens da Turma da Mônica.

Clique na imagem para visualizar as fotos.

6. Salinas Maragogi All Inclusive Resort, Maragogi (AL)

Nunca fui, mas está em meus planos. Sonho conhecer Maragogi! E quando eu for, é lá que eu vou ficar! A melhor época para visitar Maragogi é entre outubro e janeiro, na época mais seca do ano e quando o mar fica com águas claras e cristalinas (fonte: Guia Melhores Destinos)

7. Hotel Fazenda Campo dos Sonhos, Socorro (SP)

Confesso que nunca tinha ouvido falar, mas pesquisando rapidamente já gostei do lugar! Legal que aceita animais de estimação (temos uma cachorra e isso facilita bastante)!

8. Salinas Maceió All Inclusive Resort, Maceió (AL)

Sou zero referência para falar de hotéis no nordeste, mas sim, me hospedaria nele fácil!

9. Hotel Alpestre, Gramado (RS)

Como falei lá em cima, não fiquei neste hotel, mas já fui para Gramado e Canela com crianças e fiz um post contando sobre o passeio.

10.  Resort La Torre, Porto Seguro (BA)

Porto Seguro não é uma cidade que me atrai para uma viagem com crianças. Me soa um pouco viagem de adolescente, axé, formatura, passarela do álcool rs. Mas tratando-se de Nordeste, não tenho dúvidas que é um destino que não faria feio.

A relação completa dos melhores hotéis para famílias no Brasil, segundo o Travellers Choice 2017 está no site do TripAdvisor.