Viagens

Férias: 10 dicas para viajar com as crianças de carro

Viajar com os filhos é uma delícia! Mas pode tornar-se um evento estressante se faltar planejamento. Sempre gostei de viajar… e, se antigamente eu levava 15 minutos para arrumar minhas coisas para um fim de semana na praia, hoje, com dois filhos pequenos, preciso de algumas BOAS horas – que são divididas em cerca de dois dias. (rs). Com você é a mesma coisa?

Mesmo com todo esse preparo, aqui em casa não abrimos mão de sair da cidade por uns dias. É trabalhoso sim (ah, também temos uma cachorra que geralmente vai com a gente. Só falta o papagaio mesmo), mas vale à pena. Meus dois filhos foram para a praia com 2 meses e deu super certo!

E se você está planejando pegar estrada com os filhos, leia as dicas que preparei! Antes de mais nada, REVISE O CARRO. Segurança em primeiro lugar.

Espero poder te ajudar!

viagem_estrada

  1. Fazer uma lista com tudo o que precisa ser levado na viagem ajuda muito – desde roupas e remédios, até a bonequinha para dormir…Anote tudo. Use papel e caneta, bloco de notas do celular ou aplicativo. Não faça apenas a lista mental…
  2. Mala de mão é muito importante porque nunca se sabe quando precisará trocar a fralda ou uma peça de roupa. Se a viagem for curta, de até 3 horas, levo apenas 1 troca de roupa. Quanto aos remédios (SEMPRE levo uma “farmacinha” em uma segunda mala de mão), sugiro conversar com o pediatra antes para ele orientar sobre os remédios que podem ser necessários. Geralmente levo: termômetro, antitérmico, antialérgico, remédio para diarréia e vômito, além de primeiros socorros e curativos. Meus filhos não enjoam na estrada, mas se for o seu caso, converse com o médico para ele receitar um medicamento para evitar esse desconforto.
  3. Lancheira: sempre faço uma lancheira com leite em pó e água, bolachinhas, banana (pra mim, a fruta mais fácil hihihi), suco de caixinha. Para a minha caçula, que ainda aceita papinha pronta, levo um ou dois potinhos. Mas aí tem que levar babador para não fazer meleca no carro.
  4. Mantinhas e bonequinhos para dormir se a viagem for noturna. Bom, até agora tá tudo muito fácil… Se a viagem for fora do horário de sono deles, a história muda de figura…
  5. Tablets, DVD portátil, celular com joguinho ou vídeo… Use a tecnologia a seu favor, pois as crianças também gostam dos gadgets! Prepare-se alguns dias antes para pesquisar sobre os apps legais ou separar os DVDs… porque deixar para última hora geralmente dá errado!
  6. O que tem feito sucesso com o mais velho de 3 anos são os Cds com histórinhas contadas. Tenho os Cds da Folha de São Paulo que comprei na banca, mas acredito que existam outros no mercado. Joguinhos da memória e com figuras de animais e objetos também fazer sucesso por aqui… dá para improvisar uma brincadeira!
  7. Biscoito de polvilho – um snack sempre dá certo. Eu tento seguir os horários de alimentação deles, mas também não fico na neura. Viajar por si só já é sair da rotina. Quando a coisa sai fora do controle, aprendi: é a hora do chocolatinho (sei que muitas não vão concordar hihi)…
  8. Brincadeiras: basta resgatar as brincadeiras que seus pais faziam durantes as viagens ou criar novas. Em um dia de saudosismo dos anos 80 dentro do carro, ensinei meu filho um antigo quadro do programa do Silvio Santos: “Você troca o seu brinquedo por um pão velho?”. E, claro, o mais importante foi ensinar o tom da resposta: “Nãããããããõ” hahahah. Contar lombadas, placas, falar as cores do carros… Use a imaginação. Vale contação de histórias, cantarolar músicas…
  9. Parada: se a situação tá osso dentro do carro, não hesite, faça um parada para ir ao banheiro, esticar as pernas, brincar de pega-pega (hihihi brincadeira). Jamais tire a criança da cadeirinha durante a viagem, mesmo com muito choro.
  10. Mantenha a calma e aceite a mudança de rotina. Às vezes nem tudo sai como o planejado e, para isso, é necessário manter o bom humor (ok, não precisa dar risada se o pneu furou, mas respire fundo 3 vezes para não ter uma over reaction).

Aproveite! Essa viagem fará parte das lembranças boas que seus filhos guardarão da infância 😉

Saúde & Alimentação

Mata mosquito elétrico sem química

O surto de dengue já foi acabou, o pico de transmissão da doença já passou (ufa), mas o susto que passamos neste verão fica. Em 2015 o Estado de São Paulo passou pela pior epidemia da sua história. De fato, foi muito punk!

Acho que de janeiro a maio, o assunto mais comentado entre as pessoas era sobre as marcas de repelente. E o medo das mães de bebês menores de 6 meses que nem repelente podiam passar, assim como os repelentes de tomada? A única alternativa era mosqueteiro e rezar!

Aqui em casa era repelente no corpo o dia todo, até pra dormir. Nunca fui muito fã de repelente de tomada, pois até pouco tempo a minha caçulinha estava na fase de engatinhar e pegar tudo o que via pela frente. Mas mesmo assim eu usava, até o dia que quase morri do coração quando vi jogado no chão, junto com seus brinquedos, o refil de um desses repelentes de tomada (que sabe-se lá como ela arrancou).

Por tudo isso eu fiquei muito empolgada quando descobri o lançamento da Electrolux, o mata-mosquito elétrico IK10B.  Funciona da seguinte forma: a tecnologia de luzes LED UV com seu efeito esterilizante atrai e desorienta o inseto que, ao se aproximar do produto, acaba sendo sugado pelo exclusivo sistema de ventilação e sucção que o extermina. Depois disso, eles ficam em uma cesta coletora removível que permite uma limpeza mais fácil e prática.

mata mosquito electrolux

Eu achei uma alternativa ótima, principalmente para casas que têm muito pernilongo e para pessoas que não gostam de abusar da química dos repelentes. Aqui, mesmo na seca do inverno, sempre tem um ou outro pernilongo perdido pelo meu quarto irritando a gente na hora de dormir :/

O produto estará à venda na Casa Electrolux a partir de Julho – Rua Colômbia, 157, São Paulo.

Preço sugerido: R$ 269,00

Saúde & Alimentação

Ceatox: tenha o telefone sempre à mão

ceatox

Nós, mães, sabemos que com filho em casa não dá para vacilar 1 segundo! Basta um rápido descuido e a criança – aquela mesma, que a gente ACHA que já entende – pode fazer alguma besteira.

Por isso quero deixar uma dica valiosa pra vocês, que é o Ceatox, Centro de Assistência Toxicológica do Instituto da Criança do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Peguei a dica em um grupo de mães do Facebook e infelizmente já tive que usar :/

O Ceatox-SP funciona 24 horas por dia, fornece informações e orienta a população em geral sobre casos de envenenamento, exposição a substâncias tóxicas, contaminação com defensivos agrícolas, acidentes com animais venenosos e reações adversas a medicamentos, via telefone, auxiliando no diagnóstico e tratamento. A equipe de plantonista é composta por médicos, farmacêuticos e enfermeiros. O plantonista informará se há necessidade do paciente ir ao hospital, ou se o mesmo pode ficar em casa. Além disso, ele poderá orientar alguma conduta que possa ser realizada em casa.

No meu caso liguei para o Ceatox porque percebi que a farmácia cometeu um erro (e eu também, de não verificar) e me vendeu um xarope adulto e não o pediátrico, apesar de ter apresentado a receita correta. Já tinha oferecido duas doses para o meu filho no dia. Aí fiquei naquela: “putz, e agora, o que eu faço??”. Esperar pra ver se aparece alguma reação, obviamente não dá! Antes de me desesperar e pensar em uma possível super dosagem, liguei no Ceatox para saber se poderia haver algum problema. Informei todos os dados solicitados da embalagem do remédio, além de idade e peso do meu filho. Fui muito bem atendida! E (ufa), graças a Deus, não era necessário ir ao PS porque AQUELE xarope era seguro.

ceatox

Já vi algumas mães sem saber como agir porque o filho comeu pomada para assadura, tomou shampoo…ou seja, o perigo pode estar em qualquer canto de casa e a gente nunca sabe o que isso pode causar. Isso sem falar com as substâncias extremamente perigosas, que não sabemos quais os primeiros procedimentos a serem tomados antes de ir ao PS. Por isso, minha dica é anotar o telefone do Ceatox no celular, na agenda, na geladeira, aonde for…

CEATOX-SP

0800-0148110

Leiam, também, outro post importantíssimo sobre plantas comuns em casa que podem ser tóxicas para as crianças e os animais.