Viagens

Férias no Chile: Santiago com crianças

Eu já relatei aqui no blog a minha experiência de neve quando fomos para Farellones, centro de esqui próximo a El Colorado e ao Valle Nevado. Além de passar alguns dias nas montanhas, passamos outra parte da viagem conhecendo Santiago. E é sobre a capital do Chile que vou contar aqui neste post: Santiago com crianças!

A chegada em Santiago já é um show à parte com a vista da Cordilheira dos Andes da janelinha do avião. É uma vista impressionante por quase 1 hora de vôo! A dica que sempre dão para apreciar essa paisagem é sentar-se nas poltronas do lado esquerdo do avião na ida e no lado direito na volta.

Fomos em agosto, bem no inverno. Depois de ficarmos 3 dias em Farellones, voltamos para a capital, onde passamos mais 2 dias. Foi tempo suficiente para passear bastante e conhecer muitos lugares na capital chilena.

Nos hospedamos no charmoso hotel Orly, que fica no bairro de Providencia. Só de dar uma voltinha pela cidade já nos surpreendemos com a paisagem: prédios altos contrastando com os picos de neve nas montanhas. Visual lindo, diferente de tudo o que eu já tinha visto em um centro urbano.

Não alugamos carro… nos locomovemos pela cidade apenas de metrô e táxi e foi super ok! Levamos um carrinho guarda-chuva para o Teodoro, fácil de abrir e fechar, e foi ótimo!

Pela manhã fomos conhecer a Casa de Pablo Neruda chamada La Chascona, construída em 1953 em homenagem à terceira e última mulher do poeta, Matilda Urrutia. A visita é guiada e bastante dinâmica. Hoje, a casa virou um museu que procura difundir a vida do poeta, que morreu em 1973. Alguns ambientes de Neruda estão conservados, como sua sala de jantar com pratos originais e talheres. Adorei conhecer tudo o que o poeta viveu nesta casa e um pouco de sua história.

Foi um passeio muito tranquilo de fazer com criança pequena! Só não dá para entrar com o carrinho, pois a casa tem muitas divisões e andares, cheia de escadas. Mas é possível deixar o carrinho na recepção.

Um passeio que não tivemos tempo suficiente para fazer foi o Zoológico de Santiago, que dizem ser imperdível para crianças!

A manhã do dia seguinte foi reservada para conhecer o Parque Bicentenario de La Infancia, que foi inaugurado em 2012. É um parque bem gostoso, pensado nas crianças, com parquinho, instalações divertidas e, claro, muito espaço para brincar e passear. As bolas de concreto na entrada do parque que jorram água fazem o maior sucesso!

Depois do parque, fomos conhecer o Mercado Central de Santiago, equivalente ao nosso Mercadão e parada obrigatória! Declarado monumento histórico nacional, o prédio foi construído em 1872. O Mercado Central possui inúmeros restaurantes, que inclusive ficam abordando os turistas para entrarem. A comida é deliciosa! Também vimos alguns artesanatos logo na entrada do Mercado.

Aproveitamos para dar uma voltinha pelo centro da cidade, observando os prédios históricos ao redor.  Caminhamos na Plaza de Armas, onde estão a Catedral de Santiago, o Museu Historico Nacional, a Prefeitura e o Edifício do Correio Central.

Voltamos para o hotel para o Teodoro descansar e, à noite, curtimos um jantarzinho no Bar Liguria, que ficava bem ao lado do hotel. No dia seguinte, nos restava poucas horas para passear e, portanto, optamos por explorar o bairro da Providência a pé.

Foi uma viagem deliciosa e muito rica! Pra mim, sem dúvida, o que mais me marcou foi a vista das montanhas com neve mesclada com a paisagem urbana de Santiago! Na mala, além de lembranças, trouxemos alguns bons vinhos chilenos. Compramos no supermercado mesmo (e outros valiam mais a pena comprar no free shop). Aliás, eu nunca tinha visto vinho em embalagem Tetra Pak!!

Ah, não deixe de ler a primeira parte desta viagem ao Chile sobre a nossa estadia em Farellones, estação de esqui. É só clicar aqui!

Leia também:

Férias de inverno: neve com crianças no Chile

Para onde viajar com a família no outono

Os melhores hotéis para se hospedar com crianças

Viagens

Para onde viajar no outono com a família

O outono chegou e junto com ele vem temperaturas mais amenas e paisagens bucólicas. Para inspirar as famílias viajantes, seguem algumas sugestões de destinos perfeitos para visitar no outono, que começou no dia 20 de março e vai até 21 de junho.

Ouro Preto (MG)

Considerado Patrimônio Histórico-Cultural do Brasil pela UNESCO, Ouro Preto encanta pelos passeios culturais, como as igrejas e as obras de Aleijadinho, pela rica história deixada pelos heróis da Inconfidência e pelo charme da paisagem que mistura ladeiras e arquitetura colonial. Na Semana Santa a cidade conta com shows musicais e procissões.

Serra do Cipó (MG)

Cachoeiras com uma fauna e flora bem ricas na diversidade, além de pousadas e hotéis super aconchegantes são algumas das atrações da Serra do Cipó, em Minas. Pela sua importância natural, foi criado o Parque Nacional Serra do Cipó, que abriga cachoeiras, rios, cavernas, cânions, matas, campos rupestres e sítios arqueológicos.

Gramado e Canela (RS)

Duas cidades da Serra Gaúcha bem turísticas e muuito lindas. Leiam meu relato sobre a minha viagem para Gramado. No mês de maio já dá para pegar um friozinho gostoso com preços mais em conta do que a alta temporada no inverno.

Parque do Caracol em Canela

Litoral norte de São Paulo

O litoral norte de São Paulo também é um destino bastante procurado nessa transição de estações. Durante o dia ainda faz um calorzinho bom e é possível curtir uma praia com as crianças sem passar aquele calorão que desagrada muita gente. Não posso deixar de citar aqui Ilhabela, bem procurado na Semana Santa. Fiz dois relatos aqui no blog com crianças: dicas para curtir Ilhabela com crianças e Ilhabela com chuva (sim, tem muito o que aproveitar por lá sem ser praia).

Ilhabela

Santiago (Chile) e Buenos Aires (Argentina)

Maio, ainda no outono, é um ótimo mês para visitar Santiago e Buenos Aires. Aquele frio cortante do inverno ainda não chegou, os dias são ensolarados e lindos, perfeito para desbravar as cidades com as crianças sem aquele nosso pavor de pegarem uma friagem (rs). Porém, se você quiser aproveitar a viagem para conhecer algum centro de esqui, como Farellones e Valle Nevado no Chile, é mais garantido esperar a temporada de inverno começar. Leia meu relato de viagem sobre neve com crianças.

Santiago

E você, tem alguma dica de destino perfeito para conhecer no outono? Deixe a sua dica aqui!

Leia também:

Gramado e Canela

Ilhabela

Neve no Chile

Santiago com crianças

Faça você mesmo

Arte em casa: pintando cascas de ovos para a Páscoa

Chamem as crianças e aprendam a decorar cascas de ovos para usar na Páscoa!

Semana passada aqui em casa foi de artes com as crianças. Se tem alguma lembrança que me marcou muito na infância em relação à Páscoa, além da caça aos ovos que fazíamos, era o momento de pintar as cascas de ovos (ovos de verdade, de galinha). Minha avó tinha um capricho ao pintar os ovos que me encantava. Então eu quis resgatar essa lembrança tão gostosa em minha memória e pintar os ovos junto com meus filhos.

Eles amaram e nem sabiam que era possível fazer isso. Procurando na internet existem diversas formas de esvaziar os ovos para depois pintá-lo. Vou contar como eu fiz!

Como esvaziar os ovos

Com uma faquinha pontuda, bata firmemente em uma das pontas do ovo até fazer um pequeno buraco. Com a ajuda da ponta da faca, abra um pouco mais esse buraco para a clara e a gema saírem.

Deixe escorrer todo o ovo em um recipiente (é preciso paciência). Depois, é claro, fiz ovos mexidos rs. Não se preocupe se deixar um buraco muito grande… é só tampar com fita crepe depois.

Para lavar o interior da casa, use água e algumas gotas de detergente. Chacoalhe e depois enxague com água. Em seguida, encha o ovo com água e bastante vinagre. Deixe de molho por uns 10 minutos (Já vi algumas dicas para ferver a casca do ovo com água e vinagre para tirar os resíduos e o cheiro).

Esvazie os ovos e leve-os ao microondas por 30 segundos para secar o interior da casca. Esse processo também deixa a casca mais resistente. A pelinha do interior do ovo vai se soltar. Tente tirar o máximo que conseguir.

Prontinho, o ovo já está pronto para ser decorado.

Aqui usamos tinha guache e cola com glitter. Mas aí é só usar a imaginação e aplicar diversos materiais. Também é possível tingir a casca do ovo usando corante alimentício. Basta mergulhar os ovos (já vazios) em um copo com água, meia colher de vinagre e algumas gotas do corante até obter a tonalidade desejada.

Outra ideia é fazer découpage na casca dos ovos usando cola e guardanapos próprios para a arte. Também podem usar decalques, canetinhas, glitter, colar enfeites de scrapbooking…As possibilidades são infinitas! O processo é tão legal que dá vontade de fazer um monte de ovos pintados!

Agora vocês podem usar os ovos para decorar a casa para a Páscoa ou até mesmo para fazer uma brincadeira com as crianças. Eu vou colocar um papelzinho dentro com uma dica da caça aos ovos no domingo de Páscoa. Eles terão que quebrar os ovos para a gente ler a dica! Tenho certeza que será um sucesso!! E melhor ainda: eles que fizeram!

Vou deixar algumas fotos de ovos decorados que peguei do Pinterest para se inspirarem!

Leia também:

Faça você mesmo: caneca decorada