São Paulo

Exposição imersiva Paisagens de Van Gogh no shopping Pátio Higienópolis

De 17 de agosto a 15 de setembro o Shopping Pátio Higienópolis vai apresentar a exposição Paisagens de Van Gogh utilizando recursos que fazem o visitante entrar nas obras do pintor holandês. 

A exposição, que tem entrada gratuita, é composta por oito cenários que ocupam 250 m² do vão central do shopping. Em cada ambiente está representado, em formato gigante, paisagens retratadas nas mais famosas telas de Van Gogh. Ao mesmo tempo em que o visitante vê as projeções à sua volta, também ouve trechos das cartas do artista ao irmão Theo e à sua cunhada Johanna, que remetem à época de cada criação. 

Suas obras com céus estrelados, campos de girassóis, plantações que parecem balançar ao vento, com cores ousadas e traços a frente de seu tempo, nos inspiraram a definir o conceito visual desta exposição”, explica a idealizadora e curadora da exposição Karina Israel, da consultoria de ambientes interativos YDreams Global, responsável pelo projeto.

O circuito de visitação inclui os seguintes cenários:

  • Campo de Trigo com Corvo: projeção em tela onde o trigo se movimenta e os corvos surpreendem os visitantes. Esta tela, que faz parte do Museu van Gogh (Amsterdam), foi produzida durante as últimas semanas de vida do pintor e evidencia sua capacidade de transformar suas dores e angústias em imagens vibrantes;
  • Labirinto Flor de Íris (Obra de referência, Irises), com recursos de cenografia e aroma, o visitante se sente como parte da tela;
  • Praça da Amendoeira (Obra de referência, Amendoeira em Flor), cenografia inclui amendoeira florida, bancos de madeira e pontos de som para os visitantes ouvirem as trocas de correspondência entre Vincent e Theo;
  • Banho de Lua (Obra de referência, Starry Night Over the Rhone) – O cenário inclui recursos de realidade virtual e cadeiras giratórias sobre um chão reflexivo;
  • Sinfonia da Noite Estrelada (Obra de referência, Noite Estrelada), por meio de projeção imersiva, visitantes podem conhecer os grandes marcos da carreira e da vida de van Gogh;
  • Foto Pintada – Os visitantes tiram uma foto, com um filtro que remete a um retrato criado por van Gogh, que podem compartilhar em suas redes sociais.
  • Bosque de Espelhos – Saída da exposição, com cenografia com bosques pintados por van Gogh, multiplicados por efeito de espelhos.

Paisagens de Van Gogh lembra muito a exposição Starry Night, em Paris, no Atelier des Lumières, cuja proposta é de total imersão nas telas mais famosas do pintor através de projeções em murais gigantes. 

As visitas na exposição em São Paulo serão gratuitas e serão realizadas por ordem de chegada, podendo haver fila de espera.

Paisagens de Van Gogh, Exposição Imersiva – Gratuita

Shopping Pátio Higienópolis (Vão Central, Piso Veiga Filho)

17 de agosto a 15 de setembro, de segunda a sábado das 13h às 21h;  domingos e Feriados, das 14h às 20h.

Faça você mesmo

Idéias para armazenar as fotos ou decorar com as recordações das férias!

As férias acabaram! E agora, o que fazer com as 5.987.374 fotos que vocês tiraram pelo celular durante esse período?

Para mim, nossas fotos (seja de viagens ou momentos rotineiros) são um tesouro muito importante, considero a minha riqueza!! Por isso cuido muito bem dessas recordações que nos remetem à lembranças tão boas da família!

Você pode salvar no Pinterest e ler depois:

lembrancas de viagens

Melhor aplicativo

A primeira dica para quem tira fotos pelo celular é instalar o aplicativo Google Fotos. A configuração é super fácil, usa a sua conta Google e você consegue fazer a sincronização das fotos e vídeos que estão no seu celular mandando tudo para a nuvem. Lá, elas ficarão armazenadas e podem ser acessadas por você a qualquer momento, tanto pelo site quanto pelo aplicativo. 

Essa sincronização até pouco tempo era automática… ou seja, todas as fotos que você tirava, iam diretamente para a nuvem do Google Fotos dependendo da sua conexão escolhida. Recentemente foi divulgado que a sincronização agora será manual. Ou seja, você precisa entrar no aplicativo para fazer o backup. Mas tudo bem, é muito simples.

Aí quando o seu smartphone estiver cheio, pode apagar as fotos da memória depois que esse backup para o Google Fotos estiver feito. 

Outra coisa legal que gosto nesse aplicativo é que ele usa a inteligência Google, né? Então na hora de acessar uma foto no Google Fotos (mesmo que já tenha apagado do seu celular), que estará organizada por ordem cronológica, você pode fazer uma busca também por lugares, pessoas etc. Isso, pessoas! O aplicativo identifica os rostos iguais e você só dá o nome. Então, por exemplo, quero buscar uma foto do Teodoro. Basta digitar Teodoro que o app vai relacionar todas as fotos que estão lá na nuvem e que aparecem o rosto dele. Não é demais?

Ah, mas eu quero resgatar uma foto da viagem em Atibaia, mas não me lembro a data. Basta digitar Atibaia. Putz, tô querendo agora resgatar todas as fotos que já tirei de avião. Digite avião e as suas fotos de avião serão relacionadas. Aí se quiser, é só baixar a foto novamente para o seu celular ou desktop. 

Digitei “avião” na busca dentro do meu Google Fotos e…

Eu realmente não sei viver sem o Google Fotos! Sem dúvida é meu aplicativo preferido!!

O bom e velho álbum de fotos

Para quem não abre mão de um álbum de fotos impresso, o que acho demais também, a dica é investir em um fotolivro. Você mesmo consegue fazer, não precisa encomendar para ninguém (mas se quiser, encomende comigo hehehe, faço para você). 

Gosto e uso há bastante tempo o Digipix (www.digipix.com.br). Funciona assim: ou você monta o álbum online ou baixa o programa D-Book em seu computador. Baixei o programa e vou montando aos poucos, sem estar online. Depois de pronto, basta seguir as instruções para concluir o projeto e ele vai gerar um arquivo “master”. Mando imprimir o álbum no site Fotoregistro (www.fotoregistro.com.br), mas no site da Digipix indicam vários lugares para imprimir. Aí é só fazer upload do arquivo na loja e pronto, o resto funciona como uma compra virtual.

Alguns dos nossos álbuns de viagens

Exige um pouco de tempo e dedicação, mas o resultado é uma lembrança que vai ficar para sempre e você revê a qualquer hora (melhor do que ficar repassando na tela os mil cliques tirados rs). Eu já fiz álbuns de viagens grandes (tipo Canadá, Disney etc) mas também já fiz álbuns do ano (ex. 2018), onde reuni as melhores fotos do cotidiano e viagens pequenas. 

Isso sem falar que as crianças amam rever as fotos de viagens!

Tickets e mapas

Tá e o que fazer com aqueles cacarecos (que sei que muitos não tem coragem de jogar fora) depois de uma viagem: mapas, tickets, folders e pequenos objetos? 

Eu já tinha visto no Pinterest e me apaixonei por esse tipo de lembrança decorativa: chama-se “travel box memory” ou em bom português “caixa de memórias de viagem”. A ideia consiste em você montar um quadro decorativo com as lembranças da sua viagem e pendurar na parede. 

Também dá para fazer esse tipo de arte decorativa em potes de vidro que ficam um charme! No perfil do Pinterest eu montei uma pasta chamada “Lembranças de Viagem”, onde você pode ver várias ideias e fazer a sua travel box memory em casa. 

Eu já fiz três box memory e amei o resultado! Os quadrinhos de madeira que são no estilo caixa eu comprei na Zôdio, em São Paulo. 

Lembranças do Canadá: mapas, tickets e até caneta de urso

Lembranças da Disney: fotos, magic band e recordações das princesas

Lembranças da viagem ao Uruguai, com mapas, ticket da Casa Pueblo, voucher do cassino em Punta e até as conchinhas da praia

Até estou montando uma parede só de recordações de viagens. Olha como está ficando:

O cantinho das lembranças de viagem na minha casa

E para decorar ainda mais essa parede de “férias”, estou namorando um cofre para pendurar que vi na Imaginarium. Não é fofo demais esse quadrinho? E ainda serve para juntar uma graninha extra para as próximas viagens!

Quadrinho cofre para as próximas viagens! Em breve na minha parede 😉

São Paulo

Parque Vale dos Dinossauros chega em Olímpia

A cidade de Olímpia, que vem sendo apelidada de “Orlando brasileira”, vai ganhar uma atração inédita e fora do circuito aquático: o parque Vale dos Dinossauros inaugura no dia 08 de agosto, agregando ainda mais entretenimento para a região.

vale dos dinossauros

O parque está instalado em uma área de 10 mil m² e conta com 38 dinossauros animatrônicos, que se movimentam, emitem sons e até “respiram”. Destaque para o temido Tiranossauro Rex e o Brachiosaurus, maior dinossauro do parque, com 15 metros.

O Vale dos Dinossauros de Olímpia é o primeiro da região Sudeste e o terceiro do Brasil. Os outros dois ficam em Canela/RS e Foz do Iguaçu/PR.

Além dos dinossauros, o parque também conta com cinema, brinquedoteca, playground (Dino Play), loja, área para escavação, incubadora, Dino Banda, fontes luminosas, quiosques de sorvetes e salgados. 

O valor do ingresso será R$ 50. Crianças de 4 a 11 anos, pessoas acima de 60 e professores pagam meia. Crianças de 0 a 3 anos não pagam. 

Olímpia, a 430 km de São Paulo, é bastante procurada por famílias que vão em busca de diversão nos parques aquáticos da cidade, recebendo em torno de 2 milhões de turistas por ano. O Vale dos Dinossauros chega para fortalecer as opções turísticas da cidade.

Hoje o turista que vem a Olímpia tem perfil predominantemente familiar e fica em média 3.8 dias na cidade. Uma atração como o Vale dos Dinossauros, além de despertar a curiosidade da criança, oferece a essas famílias mais uma opção de lazer”, diz o empresário Rafael Almeida, um dos sócios do novo empreendimento.

Serviço

Vale dos Dinossauros Olímpia

Av. Dr. Adhemar Pereira de Barros, 1.702. 

Horário de visitação: todos os dias, das 9h às 21h. 

Valores: R$ 50 (inteira). Crianças até 3 anos não pagam.

Crianças de 4 a 11 anos, adultos acima de 60 e professores pagam meia. 

https://valedinossauros.com.br/olimpia

Leia também:

Onde se hospedar em Olímpia