Saúde & Alimentação

Dr. Bactéria ensina como limpar as lancheiras dos nossos filhos

Uma lancheira saudável não se refere apenas aos alimentos que estão em seu interior! Você sabe como limpar corretamente a lancheira dos filhos? E como tirar aquele limo escuro que se forma no interior dos copos das crianças?

Leia a entrevista que fiz com o Dr. Roberto Figueiredo, biomédico, mais conhecido como Dr. Bactéria! Dr. Roberto Figueiredo é diretor da empresa Microbiotécnica, que desenvolve programas para a qualidade de produtos. Mas seu rosto é mais conhecido pelo público brasileiro através da TV, pois já passou pelo Fantástico, da Globo, e atualmente está no ar pela TV Record. 

Todas as Mães As lancheiras são ambientes propícios para as bactérias? Como limpá-las? Devemos limpar todos os dias?

Dr. Bactéria – As lancheiras, como todo recipiente que contenha alimentos, principalmente os perecíveis, pode servir de base para uma contaminação cruzada (possibilidade de microrganismos provenientes de alimentos crus contaminarem alimentos prontos). Existe uma necessidade dos alimentos serem transportados sob refrigeração, por isso devemos colocar dentro delas, “doadores de frio”, caixinhas plásticas com gel congelante. Diariamente, assim que a garotada chega, retirar as sobras de alimentos e embalagens, passar água corrente nas caixinhas congelantes, lavar as lancheiras com água e detergente. Secar com papel toalha.

Todas as MãesAs  nutricionistas recomendam colocar na lancheira das crianças uma fonte de cálcio, como queijos e iogurtes. Por quanto tempo esse tipo de alimento pode ficar na lancheira térmica sem estragar por causa das bactérias?

Dr. Bactéria – Todo alimento perecível somente pode permanecer a temperatura ambiente por 2 horas. Por isso existe a necessidade destas caixinhas plásticas com gel congelado.

Todas as MãesComo tirar aquele “limo” que se forma nos copinhos infantis pela dificuldade de alcance da esponja (canudos ou borrachas anti-vazamento). Aqui em casa coloco em um recipiente com água e algumas gotas de cândida. Sai tudo! Está certo?

Dr. Bactéria – Coloque 2 colheres de sopa de água sanitária por litro de água. Deixar por 10 minutos. Lavar com água mais detergente, enxaguar bem e imergir novamente em outra solução de 2 colheres de sopa de água sanitária por litro de água. Agora por 5 minutos.

Confiram mais dicas do Dr. Bactéria no Instagram. O perfil dele é bem legal e contém várias dicas importantes e interessantes!

Gostaram? E para o preparo das lancheiras, não se esqueçam que aqui no blog tem algumas matérias bem legais que eu já fiz:

Sugestões para uma lancheira saudável, com a nutricionista Beatriz Botéquio

A lancheira ideal: nutricionista Juliana Dragone avalia lanches montados pelas mães

Lancheira: como levar suco natural

Comportamento

Lei torna obrigatório o ensino de artes visuais, dança, música e teatro na educação básica

Photo credit: asleeponasunbeam via Visualhunt / CC BY-NC-ND

No último mês tivemos uma grande novidade no que diz respeito à educação e à cultura: em 23 de fevereiro foi aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte a proposta que torna obrigatório o ensino de artes visuais, dança, música e teatro na educação básica.

Pela legislação atual, apenas a música é conteúdo obrigatório. As escolas deverão implantar as mudanças no prazo de cinco anos.

Para comentar a nova lei, chamei a educadora musical Andréia Lima, professora de artes para bebês e crianças e idealizadora do projeto “Musiqueira – produção cultural para bebês e crianças“:

andreia lima_musiqueira

“A arte faz parte do ser humano e inserir as quatros modalidades (música, dança, artes visuais e teatro) na educação básica é uma grande conquista para os educadores especialistas, para a criança que através das artes descobrem o mundo e sua história, e para os pais que podem acompanhar o desenvolvimento dos seus filhos de uma forma divertida. Quem nunca cantou, dançou com seu bebê e interpretou uma história ou foi inspiração para um desenho? As quatro artes são para apreciação, produção e reflexão. O educador especialista tem papel fundamental para fazer valer a lei. Não é simplesmente fazer arte, mas conhecer a origem, saber o porquê da sua importância. As artes precisam ter seu próprio espaço na escola sem restrições. É diversão sim, mas acima de tudo é cultura”.

E você, o que achou?

* Andreia Lima é educadora musical, professora de artes para bebês e crianças e idealizadora do projeto “Musiqueira – produção cultural para bebês e crianças”. Realiza oficinas musicais para bebês, crianças e educadores da primeira infância. Contato: https://www.facebook.com/musiqueiraartes e http://musiqueiraartes.com.br

>> Confira a entrevista com a educadora musical Andréia Lima sobre os benefícios da musicalização infantil. Clique aqui para ler.

Desabafo

O que você faria se tivesse mais tempo para você?

Acho que falta de tempo é uma condição unânime entre as mães, não é? Estava pensando nas coisas que gostaria de fazer se tivesse mais tempo …

Não estou falando de pendências, essas que todas nós acumulamos no dia a dia e que já têm seu lugar garantido na listinha de “to do”. E nem é uma lamentação ou um post “mimimi”.

Estou falando de coisas bacanas que gostaríamos de realizar, caso tivéssemos tempo sobrando (o que não é o meu caso e nem o seu, porque nunca vi mãe com tempo sobrando!)

Faça a sua lista! Vai que escrevendo a gente não dá mais força para elas acontecerem? Aí vai a minha:

Photo via Visualhunt

Photo via Visualhunt

– Aprender tricô (e fazer uma almofada para a minha sala)

– Voltar a fazer natação

– Aprender esgrima (sempre, sempre quis!)

– Dormir mais (quem não??)

– Ler um livro (nem me lembro o último que li)

– Conseguir terminar de ler os diversos e-books que já baixei

– Sabe aquela opção “Salvar link” do Facebook, quando achamos um post interessante, mas deixamos para ler depois? Então…

– Terminar os cursos on-line que já me inscrevi e participar de outros que me interesso

– Me dedicar mais na cozinha e arriscar novos pratos

– Montar os álbuns de fotografia dos aniversários e viagens

E você, o que faria se tivesse mais tempo para si?