Consumo

Mochilas de maternidade e mochilinhas infantis para deixar a sua viagem com filhos mais prática

No post anterior vocês leram algumas dicas de itens indispensáveis para levar na bagagem de mão em uma viagem com filhos. Então eu fiz uma seleção de mochilas para os pais e mochilas infantis. Todos os produtos são da loja Turma da Cegonha e tenho certeza que você também vai se apaixonar!

Sempre preferi usar mochila a bolsa de maternidade, tanto em passeios quanto em viagens. Por muito tempo usei uma mochila de maternidade da Skip Hop, com vários compartimentos, e que depois passei para a minha irmã (que usa até hoje). Meus filhos têm suas mochilinhas e malas. Eles adoram esse momento de arrumar a mala e de separar o que levar nas viagens! Acho legal eles terem essa autonomia e ganharem pequenas responsabilidades no decorrer dos anos!

Mochilas de maternidade:

Mochila Back’ Pack Delta – Safety 1st

Essa mochila com estampa militar, além de ter 12 compartimentos, trocador e 2 bolsas portáteis com engates tipo mosquetão, é perfeita para os papais, já que a grande maioria das mochilas ou bolsas de passeio é feminina. Aliás, um ótimo presente do Dia dos Pais, né? Clique aqui para comprar.

Mochila maternidade cinza Multilaser

Outra mochilla super versátil e com uma cor neutra. Possui bolsos internos e externos, compartimento para notebook 14”, acompanha tapete para trocar o bebê e ainda possui alça acoplada para prender no carrinho! Clique aqui para comprar.

Chelsea BackPack – Skip Hop

Uma bolsa que também pode ser carregada como mochila, é super prática e ainda tem um design todo moderninho. Também pode ser pendurada no carrinho! Clique aqui para comprar.

Bolsa de maternidade Forma BackPack – Skip Hop

Bolsa funcional, em formato de mochila, para carregar acessórios para bebês, com vários compartimentos,internos e externos e duas nécessaires, sendo uma térmica. Pode ser carregada nas mãos, costas ou no carrinho do bebê. Acompanha trocador acolchoado. Clique aqui para comprar.

Mochilas infantis:

As crianças também adoram carregar suas mochilinhas! Dê a elas a responsabilidade de guardar e carregar consigo seus brinquedinhos e até bolachinhas! Confiram a seleção que fiz das mochilinhas infantis:

Mochila Lequikids Prada dourada

Mochila Lequikids Prada, em tecido corino sintético emborrachado com textura, com 1 compartimento principal e alças ajustáveis. Nas cores: branca, vermelha, marinho, preta e dourada. Clique aqui para comprar.

Mochila infantil bichos Skip Hop

Aqui em casa temos o modelo desta mochilinha de cachorrinho e usamos desde que o Teodoro tinha 2 anos (ele está com 6 agora). Já rodou bastante pelo mundo!! Tem alças confortáveis e ajustáveis e ainda um bolsinho externo para carregar a garrafinha de água! Existem vários modelos de bichinhos desta mochila, desde cachorrinho, até joaninha, vaquinha, guaxinim e unicórnio! Clique aqui para ver todos os modelos.

Mochila com cinto Skip Hop

No mesmo design das mochilinhas infantis da Skip Hop, estão as mochilas com cinto, a famosa “coleira”. Já usei bastante essas mochilinhas coleira com o Teodoro quando ele tinha uns 2 anos, pois ele sempre foi terrível. A Alice, mais quietinha e grudada, nunca precisei. Nunca me importei com possíveis olhares esquisitos e julgadores. Antes a segurança dos meus filhos do que a opinião dos outros. Fora do Brasil, muita gente usa. Nos parques da Disney, por exemplo, é muito comum os pais usarem esse tipo de mochila nos filhos.Clique aqui para comprar.

Mochila MadPax Spiketus Rex Infantil

Essa é para os bem moderninhos e estilosos! As alças são acolchoadas e ajustáveis! Clique aqui para comprar.

Mala de rodinhas Zoo Skip Hop

Para viagens curtas, gosto de fazer uma mala para cada criança levar seus pertences prediletos. Uso muito da Skip Hop! Ela tem rodinhas, o que facilita bastante o transporte! E o mais importante: tem a altura certa para que os pequenos a levem ( e alça para pais carregarem como mochila). Clique aqui para comprar.

Mala carrinho infantil Trunki

Esse é meu sonho de consumo! Ela é projetadas como bagagem de mão para as crianças e funciona como assento!! Isso mesmooo…enquanto a gente fica lá no check in, na fila do caixa, fila do banheiro, as crianças podem sentar na malinha! E ela também pode ser puxadas pelos pais. Olhem o vídeo abaixo dessa malinha! Clique aqui para comprar.

Gostaram da minha seleção? Todos os produtos selecionados são da loja Turma da Cegonha, da qual sou afiliada. Comprando pelo link que está aqui no blog, você não paga nada a mais e eu recebo uma pequena comissão que me ajuda a manter o conteúdo de qualidade aqui no Todas as Mães!

Leia também:

Viagem com crianças de avião: o que levar na bagagem de mão?

Quais remédios levar em uma viagem com crianças

Férias no Chile: Santiago com crianças

Os melhores hotéis para se hospedar com crianças

Gramado e Canela com crianças

Disney: qual a idade ideal para levar os filhos?

No Instagram, busque pela hashtag #todasasmaesemviagem e confiram os posts que eu já fiz sobre viagens em família!

Viagens

Quais remédios levar em uma viagem com crianças

Vai viajar com as crianças? Confiram os remédios que não podem faltar na bagagem!

remedios para viajar

foto: pexels.com

Costumo falar que fazer a mala das crianças para passar um fim de semana na praia ou para passar 15 dias de férias no exterior dá praticamente o mesmo trabalho. O que muda é o volume, mas os itens são os mesmos. E um desses itens que acho que não pode faltar na bagagem é a farmacinha com remédios das crianças, independente se estão fazendo algum tratamento ou não.

Isso não é neura! Não tem coisa pior que precisar de um remédio e você estar longe de uma farmácia ou estar em um horário ruim para sair. Ou pior ainda, estar em outro país e não ter como comprar, uma vez que as prescrições de medicamentos não têm validade em outros países (leia abaixo dicas para levar remédios em viagens internacionais).

Sempre que nós viajamos levo uma malinha de remédios. Já aconteceu de estarmos na fila para fazer o check in para Dubai e eu me lembrar da malinha de remédios que havia ficado no carro! Sorte que o carro estava ali mesmo no aeroporto e saímos correndo para buscar!

Dependendo do destino da viagem dá para levar itens a menos. Ah gente, uma coisa importante: quando temos alguma virose ou imprevisto sempre entro em contato com a pediatra das crianças. Nunca dou remédio por conta própria, ok?

Já passei por perrengues por não ter levado todos os remédios. Quando fomos para o Chile, o Teodoro, na época com quase 2 anos, estava com uma tosse horrível e eu tinha levado só um restinho do xarope. O vidro acabou, a tosse piorou e nós que tivemos que bater perna em Santiago para achar o xarope correspondente. Tudo isso com a pediatra no WhatsApp rs!

farmacinha para viajar

Então aqui está uma listinha de medicamentos básicos que eu geralmente levo. No nosso caso ainda levo mais alguns outros remédios que as crianças usam quando têm crises de asma. Por isso é muito importante falar com o pediatra antes de viajar!

Remédios para levar nas viagens

  • Antitérmico/ antinflamatório – Geralmente levo 2 antitérmicos diferentes. E sim, já precisei usar os 2. Estávamos na Bahia quando meu filho pegou uma virose que dava uma febre alta que não baixava por nada e precisei intercalar:/
  • Antialérgico – Aqui em casa os dois são bem alérgicos e por isso não pode faltar
  • Xarope para tosse – Quando vamos para algum destino mais longe (ou internacional), levo o xarope que eles estão acostumados a tomar, mesmo se não estiverem com tosse. Se o destino for perto e eles não estiverem com tosse, não levo.
  • Primeiros socorros – Curativos, algodão, antisséptico para machucados
  • Termômetro
  • Pomada para picada de insetos
  • Antibiótico – Consulte o pediatra das crianças e pergunte se ele julga necessário levar uma caixa de antibióticos quando fizer uma viagem internacional.
  • Spray de própolis para dor de garganta – Não é essencial, mas pode ajudar no alívio de uma dor. Faço o mesmo que o xarope para tosse: se for destino internacional, levo. Se o destino for perto, tiver estrutura, etc, não levo.
  • Soro fisiológico para pingar no nariz
  • Remédio para diarreia (levo aqueles sachezinhos para reestabelecer a flora)
  • Remédio para gases e enjôo
  • Remédio para dor de ouvido

Será que esqueci de algum?

Como essa pergunta é bem comum quando estamos indo para o aeroporto, sugiro montar a malinha dos remédios com alguns dias de antecedência – dependendo do destino e do tempo de viagem.

Viagens internacionais: despachar os remédios ou não?

Lembre-se que existem regras para levar medicamentos no avião em viagens internacionais.

Se eu fosse levar todos os remédios na bagagem despachada, iria correr o risco de ter a mala extraviada e perder todos os remédios. Então a gente precisa pensar direitinho antes de dividir os medicamentos entre bagagem despachada e bagagem de mão.

No site da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) consta que “medicamentos (com prescrição médica), alimentação de bebês e líquidos de dietas especiais poderão ser transportados na quantidade necessária à utilização no período total de voo (incluídas eventuais escalas) e deverão ser apresentados no momento da inspeção de segurança”.

Existe uma regra para o transporte de líquidos em viagens internacionais que vou citar logo abaixo. Porém, no site da Anac também diz que “medicamentos que precisam ser levados na bagagem de mão em voos internacionais não se enquadram nas restrições para transporte de líquidos, mas deverão estar acompanhados da devida prescrição médica”. Ainda assim, para evitar dor de cabeça desnecessária, sigo a regra do transporte de líquidos na hora de levar os remédios.

Para transportar líquidos na bagagem de mão (incluindo aí os remédios, cremes, géis etc), o limite é de 100 ml por frasco, que deverão estar acondicionados em saquinhos plásticos transparentes do tipo zip, de até 20 x 20 cm. Uma informação importante: só são permitidas um saquinho zip por passageiro! Essas embalagens plásticas devem ser apresentadas na inspeção de embarque. (Clique aqui para ler as informações da Anac sobre bagagem de mão em viagens internacionais).

Então levando em conta todas essas regras, na bagagem de mão levo os remédios mais importantes incluindo o soro fisiológico em spray para espirrar no nariz durante o vôo (o ar condicionado do avião resseca e irrita a mucosa nasal).

Prefiro levar todos os remédios na caixa e, de preferência, fechados.

Sempre carrego a prescrição médica dos remédios – até porque nunca me lembro das doses necessárias. Se for algum remédio de uso contínuo ou tratamento, também é recomendando levar a receita traduzida para o inglês, mas apenas para o caso de fiscalização sanitária. As prescrições de medicamentos não têm validade em outros países. Dependendo do remédio, é necessário passar por um médico de onde você está para ter acesso ao medicamento. Por isso fazer uma lista de farmacinha para levar na viagem é tão importante.

Mesmo levando tanto remédio na mala, ainda assim é essencial fazer um seguro saúde antes de viajar. Vou preparar um outro post sobre isso e contar o dia que meu filho precisou usar esse seguro quando estávamos em Miami!

Boa viagem!

Leia também:

Produtos de farmácia dos EUA para crianças que valem a pena comprar

Para onde viajar no outono com a família

O que fazer em Ilhabela com chuva

 

Desabafo

A difícil tarefa de arrumar a mala das crianças para viajar

Roupa de calor caso faça calor, roupa de frio caso faça frio, mantinha, travesseiro, roupa de banho, fralda, fralda para nadar, roupão, farmacinha com os remédios mais importantes, nécessaire com escova de dente, pente e até uma tesourinha de unha (nunca se poder uma oportunidade de cortar a unha rs), shampoo e sabonete infantil, meias, tênis, chinelinhos, leite em pó, mamadeira, biscoitinhos para comer no caminho, frutas (banana sempre é mais fácil), aquele brinquedo preferido do momento ou qualquer outro objeto que mantenha a criança entretida por alguns minutos e…. UFA… ACHO que a mala está pronta!

Olha, eu adoro viajar com meus filhos, mas não posso negar que dá um trabalhão arrumar a mala!  Aí sempre aparece alguém falando: “ai que exagero, é ‘só’um fim de semana”. Só que gente… arrumar uma mala de bebê/ criança para um fim de semana dá o mesmo trabalho para uma viagem de 10 dias! A única coisa que muda nesse caso é a quantidade de roupas (e o tamanho da mala), pois os itens são os mesmos citados no começo do post!

Oi, alguém disse “arrumar as malas”?

giphy (1)

Eu, pelo menos, tenho uma baita preguiça de arrumar a mala dos meus filhos, ainda que muuuuitos itens não preciso levar mais. Hoje, por exemplo, o horário de alimentação deles é mais flexível – diferente do bebê que está em fase de introdução alimentar (e aí soma-se à mala uma lancheira térmica com papinha, colherzinha, mil guardanapos, babador, paninho de boca etc). Também não preciso mais me preocupar em esterilizar mamadeiras!

Mas mesmo assim, não abro (e nunca abri) mão de um rápido fim de semana na praia com as crianças, mesmo que eu leve um dia inteiro para arrumar as malas (2 dias, caso eles me ajudem haha) e 1 semana para desarrumar (rs).

E sim, sempre haverá um item que você esquecerá em casa, é fato! Ou então você vai ter colocado muita roupa de calor ou muita roupa de frio… sempre o contrário da temperatura que está fazendo.

Mas vale à pena? Siiiimmmm, vale muito!! Então bora arrumar essa mala e pé na estrada!

giphy (2)