Viagens

Férias no Chile: Santiago com crianças

Eu já relatei aqui no blog a minha experiência de neve quando fomos para Farellones, centro de esqui próximo a El Colorado e ao Valle Nevado. Além de passar alguns dias nas montanhas, passamos outra parte da viagem conhecendo Santiago. E é sobre a capital do Chile que vou contar aqui neste post: Santiago com crianças!

A chegada em Santiago já é um show à parte com a vista da Cordilheira dos Andes da janelinha do avião. É uma vista impressionante por quase 1 hora de vôo! A dica que sempre dão para apreciar essa paisagem é sentar-se nas poltronas do lado esquerdo do avião na ida e no lado direito na volta.

Fomos em agosto, bem no inverno. Depois de ficarmos 3 dias em Farellones, voltamos para a capital, onde passamos mais 2 dias. Foi tempo suficiente para passear bastante e conhecer muitos lugares na capital chilena.

Nos hospedamos no charmoso hotel Orly, que fica no bairro de Providencia. Era aniversário do meu marido e assim que entramos no quarto, fomos surpreendidos com um espumante e duas taças para celebrar. Foi uma grande gentileza do hotel e esse tratamento atencioso seguiu pelos próximos dias. A localização do hotel é excelente: comércio, restaurantes e casas de câmbio. O quarto é espaçoso e bem confortável. Gostei bastante e voltaria neste hotel!

Clique para conferir as disponibilidade de hospedagem no Hotel Orly pelo Hotel Urbano.

Espumante na nossa chegada: uma gentileza de boas vindas no hotel Orly

Só de dar uma voltinha pela cidade já nos surpreendemos com a paisagem: prédios altos contrastando com os picos de neve nas montanhas. Visual lindo, diferente de tudo o que eu já tinha visto em um centro urbano.

Não alugamos carro… nos locomovemos pela cidade apenas de metrô e táxi e foi super ok! Levamos um carrinho guarda-chuva para o Teodoro, fácil de abrir e fechar, e foi ótimo!

Pela manhã fomos conhecer a Casa de Pablo Neruda chamada La Chascona, construída em 1953 em homenagem à terceira e última mulher do poeta, Matilda Urrutia. A visita é guiada e bastante dinâmica. Hoje, a casa virou um museu que procura difundir a vida do poeta, que morreu em 1973. Alguns ambientes de Neruda estão conservados, como sua sala de jantar com pratos originais e talheres. Adorei conhecer tudo o que o poeta viveu nesta casa e um pouco de sua história.

Foi um passeio muito tranquilo de fazer com criança pequena! Só não dá para entrar com o carrinho, pois a casa tem muitas divisões e andares, cheia de escadas. Mas é possível deixar o carrinho na recepção.

Um passeio que não tivemos tempo suficiente para fazer foi o Zoológico de Santiago, que dizem ser imperdível para crianças!

A manhã do dia seguinte foi reservada para conhecer o Parque Bicentenario de La Infancia, que foi inaugurado em 2012. É um parque bem gostoso, pensado nas crianças, com parquinho, instalações divertidas e, claro, muito espaço para brincar e passear. As bolas de concreto na entrada do parque que jorram água fazem o maior sucesso!

Depois do parque, fomos conhecer o Mercado Central de Santiago, equivalente ao nosso Mercadão e parada obrigatória! Declarado monumento histórico nacional, o prédio foi construído em 1872. O Mercado Central possui inúmeros restaurantes, que inclusive ficam abordando os turistas para entrarem. A comida é deliciosa! Também vimos alguns artesanatos logo na entrada do Mercado.

Aproveitamos para dar uma voltinha pelo centro da cidade, observando os prédios históricos ao redor.  Caminhamos na Plaza de Armas, onde estão a Catedral de Santiago, o Museu Historico Nacional, a Prefeitura e o Edifício do Correio Central.

Voltamos para o hotel para o Teodoro descansar e, à noite, curtimos um jantarzinho no Bar Liguria, que ficava bem ao lado do hotel. No dia seguinte, nos restava poucas horas para passear e, portanto, optamos por explorar o bairro da Providência a pé.

Foi uma viagem deliciosa e muito rica! Pra mim, sem dúvida, o que mais me marcou foi a vista das montanhas com neve mesclada com a paisagem urbana de Santiago! Na mala, além de lembranças, trouxemos alguns bons vinhos chilenos. Compramos no supermercado mesmo (e outros valiam mais a pena comprar no free shop). Aliás, eu nunca tinha visto vinho em embalagem Tetra Pak!!

Ah, não deixe de ler a primeira parte desta viagem ao Chile sobre a nossa estadia em Farellones, estação de esqui. É só clicar aqui!

 

Leia também:

Férias de inverno: neve com crianças no Chile

Para onde viajar com a família no outono

Os melhores hotéis para se hospedar com crianças

 

Clique e confira as promoções e pacotes especias para Santiago com o Hotel Urbano

Viagens

Neve com crianças: já pode planejar as férias de 2018 no Chile!

Uma boa hora para pensar em frio, neve e esqui!neve com criancas

A dica veio do complexo Valle Nevado, no Chile, que abriu a campanha de reserva antecipada no dia 1 de novembro com descontos de até 30%. A oferta é válida para os três hotéis do complexo (Valle Nevado, Puerta Del Sol e Tres Puntas) em reservas 100% pagas até o dia 1º de abril de 2018.

·         O desconto de 30% será aplicado nas reservas para o período de 22 de junho a 6 de julho e de 14 a 30 de setembro de 2018, para o mínimo de 3 noites, sem restrição de dia de entrada ou de saída. Já o desconto de 25% se aplica em reservas para o período entre 6 de julho e 13 de setembro para o mínimo de 7 noites, e para quem reservar para o mesmo período no mínimo 3 noites, serão oferecidos 20% de desconto. Sujeito a disponibilidade de vagas.

Eu já fui para o Chile na neve com meus filhos e a viagem foi inesquecível. Fomos para Farellones, pertinho de El Colorado e Valle Nevado! Fiz um post aqui no blog contando como foi essa viagem e como fizemos com as roupas de neve, como calça, casacos, botas e luvas!

chile com crianças
E se você estiver planejando uma viagem assim com a sua família, não esqueça de deixar nos comentários as suas dicas para compartilhar, ok?

 

Leia também:

Férias de inverno: neve com as crianças no Chile

Viagens

Férias de inverno: neve com as crianças no Chile

Uma dica para quem está planejando as férias de inverno: que tal levar as crianças para conhecer a neve?

Farellones Chile

Já li em grupos do Facebook algumas mães perguntando se vale à pena viajar com criança pequena para a neve. Antes de decidir ir para o Chile também fiquei encucada. E agora posso responder: sim, sim, sim! Na verdade eu acho que viajar com os filhos sempre vale à pena, independente da idade e do destino (já me aventurei em um vôo de 13 horas para Dubai, com filha de 9 meses e outro com quase 3 anos e foi maravilhoso. Mas isso é assunto para outro post). O que muda é o modo com que a criança vai aproveitar, de acordo com a sua fase. Mas que aproveita, sempre aproveita!

Fomos para o Chile em agosto de 2013, para o centro de esqui Farellones, próximo a El Colorado e ao Valle Nevado. Meu filho mais velho tinha 1,8 ano e eu estava grávida da segundinha de quase 3 meses.

A estrada que leva até Farellones é linda, mas exige atenção e possui muuuuitas curvas (são 40!!). Sabendo disso, conversei antes com a pediatra, que receitou um remédio para evitar enjoo no meu filho. Eu também tomei um remédio contra enjoo receitado pela obstetra. A estrada também pode estar escorregadia por conta do gelo e algumas vezes é necessário colocar correntes nas rodas dos carros para não escorregar. Por isso descartamos a hipótese de alugar um carro no Chile e irmos por conta própria… é melhor fazer essa viagem com quem tem experiência nesta estrada. Contratamos uma agência especializada nesses passeios, que nos levou de van até Farellones, junto com outros viajantes.

Nota: Para quem estiver em Santiago e quiser passar apenas o dia em Farellones, encontrei um pacote de excursão no Hotel Urbano que inclui, além de transfer de ida e volta, guia em português. O link para o pacote é este: www.hotelurbano.com.br/passeiofarellones

Clique na imagem e confira o pacote de excursão de 1 dia para Farellones do Hotel Urbano

Todas as roupas de neve, como calça, casaco, botas e luvas impermeáveis – inclusive do meu filho – foram alugadas em uma loja em Santiago, antes de pegarmos a estradinha. Essa parada na loja de aluguel de roupas de neve foi proporcionada pela própria agência que nos levou para o passeio.

Planeje a sua viagem para o Chile

Clique aqui e personalize a sua viagem com o Hotel Urbano

Chegamos no hotel em Farellones (ficamos no La Cornisa), nos familiarizamos e já fomos conhecer a região. Só um detalhe: para chegar até a estação de esqui, tínhamos que subir mais algumas curvas na estrada à pé mesmo (uns 10 minutos de caminhada). Não sei se de repente outros hotéis oferecem o transporte até lá…Teria nos ajudado bastante (rs).

Na estação em Farellones tem pista de esqui, snowboard, tubing e tirolesa. Só que meu filho não tinha alcançado a altura mínima para entrar, que era 1 metro (ok, já sabíamos dessa restrição) e eu, obviamente, não queria me arriscar a levar um tombo (marcamos a viagem antes de descobrir a minha gravidez). Por isso, o único que usufruiu de fato a estação de esqui foi o meu marido.

Dentro da estação de esqui tem um restaurante com uma vista linda para a pista. Um ambiente super agradável! O único problema é que não era muito baby friendly, pois não havia um trocador quando precisei trocar a fralda do meu pequeno. Espero que isso tenha mudado!

No segundo dia de hospedagem em Farellones a gente acordou, abriu a janela e se deparou com a neve caindo. Só faltava tocar os sinos de Natal para completar a cena hahah (a viagem foi em agosto rs). Meu filho ficou encantado em perceber a mudança da paisagem do dia anterior!

Mas essa neve caindo se transformou em uma nevasca mais forte e por isso poucos se aventuraram nas pistas. Ficamos entocados no hotel neste dia (é um risco que se corre indo para uma região de neve).

No dia seguinte, quando a nevasca parou, o cenário era maravilhoso: fazia um dia lindo, ensolarado e havia neve por toda a parte… era tudo branquinho e fofo!

Fomos para a rua brincar, com direito a fazer boneco de neve, se jogar no chão, e foi delicioso, muito divertido mesmo. Meu filho se jogava na neve fofa, tentava andar, ficava desconfiado daquela textura rs.

No outro dia voltamos para Santiago e continuamos nossa viagem na capital. Resumo da viagem na neve: mesmo não esquiando e com filho bem pequeno, conseguimos curtir bastante! Porém, se o seu objetivo é esquiar, sugiro esperar até a criança atingir a idade/ altura mínima para entrar na estação de esqui, senão vocês podem acabar se frustrando.

Tenho uma irmã de 5 anos que já foi para o Valle Nevado, 13 km distante de Farellones. Com 3 anos ela já conseguiu aproveitar de outra forma: além de brincar na neve, teve aulas de esqui e curtiu o Riglet Park, um espaço projetado para facilitar o aprendizado infantil. Sem dúvida, para crianças maiores existe uma variedade maior de entretenimento! A dica que posso deixar foi dada pelo meu pai: apenas tenha os devidos cuidados com o frio. O resto é relaxar e aproveitar!

Mas insisto em dizer que viajar com os filhos vale à pena em qualquer idade e para qualquer destino, desde que os pais sintam-se seguros.

Para as crianças, o fato de estar com a família em uma rotina diferente será sempre uma diversão e uma experiência especial!

Confiram algumas fotos desta viagem:

Primeiro dia em Farellones

Hotel La Cornisa Farellones Farellones Chile

Na estação de esqui:

Farellones Chile Farellones Chile Farellones Chile

Segundo dia em Farellones: a nevasca!Farellones Chile

Farellones Chile

Farellones Chile

Quem se arrisca? É a mesma pista de esqui da foto lá de cima…Farellones Chile

Terceiro dia em Farellones: dia lindo, sol e muita neve fofa. Vamos para a rua brincar!Farellones Chile
Farellones Chile

Passamos mais dois dias em Santiago, e fizemos alguns passeios, como visitar a casa de Pablo Neruda chamada “La Chascona”, o Parque Bicentenario de La Infancia, o Mercado Central  e o centro histórico da cidade.

Leiam aqui a segunda parte da viagem em Santiago.

Adorei contar para vocês um pouco dessa minha viagem! Viagem em família é sempre muito especial!

Clique na imagem para conferir a promoção de Black Friday para Santiago pelo Hotel Urbano

Leia também:

Santiago com crianças

Neve com crianças: já pode planejar as férias de 2018 no Chile

Os melhores hotéis para se hospedar com crianças