Planejar a viagem

Vacinas do viajante: o que você deve saber antes de embarcar

Conversei com Dr. Jessé Alves, infectologista e gerente médico de vacinas da GSK, uma das indústrias farmacêuticas líderes no mundo, sobre a importância da vacinação antes de viajar. Mas de quais vacinas estamos falando? Leia a entrevista e descubra!

Salve no Pinterest:

vacinas do viajante

Planejar uma viagem envolve diversos tipos de pormenores, como checar se a documentação está em dia, separar roupas de acordo com a previsão do tempo, fazer reservas de passeios e tours, trocar o seu dinheiro pela moeda local etc. Mas o que muita gente se esquece é de verificar se a sua carteirinha de vacinação está em dia!

Clique e continue lendo!

Festas

As principais tendências para festas infantis em 2018 por Lilian Ruas

Descubra que tipo de decoração estará em alta nas festinhas infantis!

Para saber o que vem com tudo em 2018, procurei Lilian Ruas, autoridade no assunto.

Festeira profissional, há 18 anos no mercado, consultora e palestrante, Lilian apontou as principais tendências para festas infantis deste ano.

Lilian Ruas

Não se surpreenda quando se der conta que a mesma tendência de decoração nas festas aparece também na decoração das casas e na moda. Lilian Ruas ressalta que o mercado todo está conectado: “A inspiração das decoradoras profissionais vem justamente dos designers de interiores, dos quartinhos lindos de bebê”, diz.

O que está em alta nas festas infantis:

·         O tropical vem com tudo! Folhagens, pássaros (pavão, tucano – flamingo continua!), cores vibrantes com o brilho iridescente (furta cor).

·         O ultra violet (tipo “roxo claro”) é o Pantone de 2018 e se você quer mostrar que está antenada, inclua-o na paleta da sua decor!

pantone 2018

·         Hand made está bombando! String art, nome que se dá ao bordado na madeira com linhas e pregos fica fofo demais! Tecido e papel viraram os queridinhos da vez! Toalhas, passadeiras, bandeirolas, naninhas, flâmulas, o que você puder imaginar para costurar, arrasa! No papel, esculturas em 3D ( técnica low poly paper), painéis de papelão, envelopes, flores, folhas, a criatividade não tem fim!

String Art. Foto: Pinterest

String Art. Foto: Pinterest

·         Peças descoladas como criados mudos, cômodas, mesinhas com pés palito compõem as mini tables, queridinhas da vez.

·         Balões de tamanhos variados formam a guirlanda orgânica, conhecida popularmente como arco desconstruído . Balões importados com gás hélio são o sonho de consumo nas festas. Os bubbles (parecem bolhas transparentes), agora recebem frases e nomes desenhados à caneta em sua superfície (lettering). Ficam demais e estão sendo muito usados para presente! Ouso dizer que esse será o ano dos balões, tantas são as novidades vindo por aí!

Foto: Pinterest

Foto: Pinterest

·         Temas afetivos, que façam os olhinhos do aniversariante brilharem, desafiam as decoradoras! Forte tendência é EMOCIONAR! Criative-se! Pode tudo!

O que está em baixa nas festas infantis?

Essa resposta depende muito do público alvo que você quer atingir. O que está em baixa em algumas cidades (provençal, por exemplo), ainda bomba em muitas regiões do Brasil.

Peças grandes de isopor e fibra que ficaram esquecidas e consideradas ultrapassadas por um tempo, estão aparecendo novamente nas decorações como entrada de festa ou personagem destaque da mesa. O mesmo com a lona do fundo (agora substituída pelo sublimado) que voltou repaginada como o tapete que fica embaixo da mesa. Essas remodelagens são fantásticas, eu adoro desconstruir e reaproveitar o que está “fora de moda”.

Creio que deixar o aniversário passar em branco, não comemorar mesmo que com um bolinho bem singelo, é o que está realmente em baixa nas festas infantis.

Leiam também:

Festas infantis intimistas e afetivas: por que amamos?

Locadora especializada em festas reúne mais de 70 itens

Festa em casa: tema Dinossauros, Carnaval, Bichos, Princesas, Verão & Praia

Comportamento

Entrevista Jiang Pu do Masterchef: maternidade e empreendedorismo

Jiang Pu foi a terceira colocada da segunda edição do MasterChef e se tornou uma querida do público. Alguns meses depois de terminado o programa da Band, anunciou sua gravidez. Depois do nascimento de sua filha, apostou no empreendedorismo. Abriu um restaurante em Pinheiros e, com apenas 5 meses de funcionamento, ficou em 3º lugar no Prêmio Veja Comer e Beber 2017. Como era de se esperar, afirma que mesmo com a pressão dos jurados Jacquin, Paola e Fogaça, a maternidade é muito mais desafiante que o programa MasterChef.

Confiram a entrevista que fiz com Jiang, mãe da Cecília e proprietária do restaurante Chi Culinária Oriental. Ah, no final ainda tem receitinha para fazer em casa para as crianças!

entrevista Jiang Masterchef
O que a maternidade fez mudar em você?

Acho que a responsabilidade. Antes de ter filha, fazia o que eu quisess, agora tenho que planejar tudo com antecedência.

Você abriu o restaurante Chi Culinária Oriental há menos de 1 ano. Qual foi a maior dificuldade que você sentiu como empreendedora? 

No começo do projeto Chi, era uma cozinha, servindo comida está ok! Mas com avanço da execução, tive que decidir sobre arquitetura, engenharia, ceramista, agrícola, pecuária, mixologia, administração, economia, contabilidade, advocacia… Era um complexo que nunca imaginei!!!
entrevista Jiang Masterchef

Como foi ser indicada para a 21a edição do Veja Comer e Beber? 

A casa só abriu há 5 meses, ainda está lutando com a melhoramento, foi com muita surpresa que recebemos a notícia. E nesse ano ficamos em 3º lugar.

O que é mais desafiador? Participar do Master Chef ou ser mãe (risos)?

Ser mãe, rsrsr, pois não tem fim!

Como consegue conciliar a sua vida profissional com a vida de mãe? Tem horas que você “enlouquece” também (como qualquer outra mãe)?

Na verdade sempre achei fui ‘premiada’, por que minha filha não deixa sossego em nenhum momento. Ela é toda o contrário que eu queria, rsrsrs, muito teimosa e elétrica, acho que qualquer um fica estressada depois de ouvir 10h de choro por dia. Por isso existe o pai, nessas horas eu deixo Cecilia por conta dele.

Você pode dar alguma receita de um prato oriental para fazermos em casa para as crianças? 

Tenho uma bem fácil, um ovo batido, adicione 2x de água do ovo, pouco óleo de gergelim, pouquinho sal, mistura bem, papel insulfilme, 1min no microondas e pronto! Tipo um suflê de ovo salgado!

Chi Culinária Oriental

Rua Cônego Eugênio Leite, 448, Pinheiros

Telefone: (11) 30627350