Viagens

Férias de julho: TripAdvisor revela os 10 destinos mais procurados pelos brasileiros

O TripAdvisor, site de planejamento e reservas de viagens, fez um estudo sobre as férias de julho de 2016 e revelou que Gramado é o destino preferido dos turistas brasileiros neste inverno (leia aqui o post sobre minhas férias de inverno em Gramado). O estudo foi baseado nas buscas e no interesse de reservas para este período. A pesquisa ainda revela um dado importante: a última semana do mês (25 de julho) é a mais barata em oito dos dez destinos mais populares para as férias escolares.

Entrada de Gramado

Gramado: o destino mais procurado pelos brasileiros nas férias de julho

O estudo de férias de julho ajuda os turistas a encontrarem opções com os melhores custos-benefícios para destinos populares ao apresentar o custo médio de uma viagem de uma semana e ao destacar o período do mês mais barato para visitar cada local”, disse Claudia Martinelli, porta-voz do TripAdvisor no Brasil.

De acordo com o estudo, os destinos nacionais estão entre os preferidos dos brasileiros. Apesar do frio de Gramado liderar a lista, os destinos praianos são a maioria na escolha dos turistas brasileiros, como Jericoacoara (CE), Maragogi (AL) e Porto de Galinhas (PE).

Orlando, nos EUA, sai mais barato do que Maragogi, em Alagoas! Bariloche, na Argentina, está como o destino mais caro, e Natal, no Rio Grande do Norte, o mais barato.

Confiram a lista dos 10 destinos mais desejados pelos turistas brasileiros em julho, junto com o custo médio de uma viagem de uma semana (inclui sete noites de hospedagem em hotel, passagens aéreas de ida e volta a partir de destinos nacionais, três refeições em restaurantes por dia e dois passeios), segundo o TripAdvisor:

tripadvisor_ferias julho

P.S. A tabela oficial continha outras informações e eu a editei. Por isso essa carinha de Excel rs.

Viagens

Férias de inverno: neve com as crianças no Chile

Uma dica para quem está planejando as férias de inverno: que tal levar as crianças para conhecer a neve?

Farellones Chile

Já li em grupos do Facebook algumas mães perguntando se vale à pena viajar com criança pequena para a neve. Antes de decidir ir para o Chile também fiquei encucada. E agora posso responder: sim, sim, sim! Na verdade eu acho que viajar com os filhos sempre vale à pena, independente da idade e do destino (já me aventurei em um vôo de 13 horas para Dubai, com filha de 9 meses e outro com quase 3 anos e foi maravilhoso. Mas isso é assunto para outro post). O que muda é o modo com que a criança vai aproveitar, de acordo com a sua fase. Mas que aproveita, sempre aproveita!

Fomos para o Chile em agosto de 2013, para o centro de esqui Farellones, próximo a El Colorado e ao Valle Nevado. Meu filho mais velho tinha 1,8 ano e eu estava grávida da segundinha de quase 3 meses.

A estrada que leva até Farellones é linda, mas exige atenção e possui muuuuitas curvas (são 40!!). Sabendo disso, conversei antes com a pediatra, que receitou um remédio para evitar enjoo no meu filho. Eu também tomei um remédio contra enjoo receitado pela obstetra. A estrada também pode estar escorregadia por conta do gelo e algumas vezes é necessário colocar correntes nas rodas dos carros para não escorregar. Por isso descartamos a hipótese de alugar um carro no Chile e irmos por conta própria… é melhor fazer essa viagem com quem tem experiência nesta estrada. Contratamos uma agência especializada nesses passeios, que nos levou de van até Farellones, junto com outros viajantes.

Nota: Para quem estiver em Santiago e quiser passar apenas o dia em Farellones, encontrei um pacote de excursão no Hotel Urbano que inclui, além de transfer de ida e volta, guia em português. O link para o pacote é este: www.hotelurbano.com.br/passeiofarellones

Clique na imagem e confira o pacote de excursão de 1 dia para Farellones do Hotel Urbano

Todas as roupas de neve, como calça, casaco, botas e luvas impermeáveis – inclusive do meu filho – foram alugadas em uma loja em Santiago, antes de pegarmos a estradinha. Essa parada na loja de aluguel de roupas de neve foi proporcionada pela própria agência que nos levou para o passeio.

Planeje a sua viagem para o Chile

Clique aqui e personalize a sua viagem com o Hotel Urbano

Chegamos no hotel em Farellones (ficamos no La Cornisa), nos familiarizamos e já fomos conhecer a região. Só um detalhe: para chegar até a estação de esqui, tínhamos que subir mais algumas curvas na estrada à pé mesmo (uns 10 minutos de caminhada). Não sei se de repente outros hotéis oferecem o transporte até lá…Teria nos ajudado bastante (rs).

Na estação em Farellones tem pista de esqui, snowboard, tubing e tirolesa. Só que meu filho não tinha alcançado a altura mínima para entrar, que era 1 metro (ok, já sabíamos dessa restrição) e eu, obviamente, não queria me arriscar a levar um tombo (marcamos a viagem antes de descobrir a minha gravidez). Por isso, o único que usufruiu de fato a estação de esqui foi o meu marido.

Dentro da estação de esqui tem um restaurante com uma vista linda para a pista. Um ambiente super agradável! O único problema é que não era muito baby friendly, pois não havia um trocador quando precisei trocar a fralda do meu pequeno. Espero que isso tenha mudado!

No segundo dia de hospedagem em Farellones a gente acordou, abriu a janela e se deparou com a neve caindo. Só faltava tocar os sinos de Natal para completar a cena hahah (a viagem foi em agosto rs). Meu filho ficou encantado em perceber a mudança da paisagem do dia anterior!

Mas essa neve caindo se transformou em uma nevasca mais forte e por isso poucos se aventuraram nas pistas. Ficamos entocados no hotel neste dia (é um risco que se corre indo para uma região de neve).

No dia seguinte, quando a nevasca parou, o cenário era maravilhoso: fazia um dia lindo, ensolarado e havia neve por toda a parte… era tudo branquinho e fofo!

Fomos para a rua brincar, com direito a fazer boneco de neve, se jogar no chão, e foi delicioso, muito divertido mesmo. Meu filho se jogava na neve fofa, tentava andar, ficava desconfiado daquela textura rs.

No outro dia voltamos para Santiago e continuamos nossa viagem na capital. Resumo da viagem na neve: mesmo não esquiando e com filho bem pequeno, conseguimos curtir bastante! Porém, se o seu objetivo é esquiar, sugiro esperar até a criança atingir a idade/ altura mínima para entrar na estação de esqui, senão vocês podem acabar se frustrando.

Tenho uma irmã de 5 anos que já foi para o Valle Nevado, 13 km distante de Farellones. Com 3 anos ela já conseguiu aproveitar de outra forma: além de brincar na neve, teve aulas de esqui e curtiu o Riglet Park, um espaço projetado para facilitar o aprendizado infantil. Sem dúvida, para crianças maiores existe uma variedade maior de entretenimento! A dica que posso deixar foi dada pelo meu pai: apenas tenha os devidos cuidados com o frio. O resto é relaxar e aproveitar!

Mas insisto em dizer que viajar com os filhos vale à pena em qualquer idade e para qualquer destino, desde que os pais sintam-se seguros.

Para as crianças, o fato de estar com a família em uma rotina diferente será sempre uma diversão e uma experiência especial!

Confiram algumas fotos desta viagem:

Primeiro dia em Farellones

Hotel La Cornisa Farellones Farellones Chile

Na estação de esqui:

Farellones Chile Farellones Chile Farellones Chile

Segundo dia em Farellones: a nevasca!Farellones Chile

Farellones Chile

Farellones Chile

Quem se arrisca? É a mesma pista de esqui da foto lá de cima…Farellones Chile

Terceiro dia em Farellones: dia lindo, sol e muita neve fofa. Vamos para a rua brincar!Farellones Chile
Farellones Chile

Passamos mais dois dias em Santiago, e fizemos alguns passeios, como visitar a casa de Pablo Neruda chamada “La Chascona”, o Parque Bicentenario de La Infancia, o Mercado Central  e o centro histórico da cidade.

Leiam aqui a segunda parte da viagem em Santiago.

Adorei contar para vocês um pouco dessa minha viagem! Viagem em família é sempre muito especial!

Planeje a sua viagem para o Chile

Clique aqui e personalize a sua viagem

Leia também:

Santiago com crianças

Neve com crianças: já pode planejar as férias de 2018 no Chile

Os melhores hotéis para se hospedar com crianças