Faça você mesmo

Idéias para armazenar as fotos ou decorar com as recordações das férias!

As férias acabaram! E agora, o que fazer com as 5.987.374 fotos que vocês tiraram pelo celular durante esse período?

Para mim, nossas fotos (seja de viagens ou momentos rotineiros) são um tesouro muito importante, considero a minha riqueza!! Por isso cuido muito bem dessas recordações que nos remetem à lembranças tão boas da família!

Você pode salvar no Pinterest e ler depois:

lembrancas de viagens

Melhor aplicativo

A primeira dica para quem tira fotos pelo celular é instalar o aplicativo Google Fotos. A configuração é super fácil, usa a sua conta Google e você consegue fazer a sincronização das fotos e vídeos que estão no seu celular mandando tudo para a nuvem. Lá, elas ficarão armazenadas e podem ser acessadas por você a qualquer momento, tanto pelo site quanto pelo aplicativo. 

Essa sincronização até pouco tempo era automática… ou seja, todas as fotos que você tirava, iam diretamente para a nuvem do Google Fotos dependendo da sua conexão escolhida. Recentemente foi divulgado que a sincronização agora será manual. Ou seja, você precisa entrar no aplicativo para fazer o backup. Mas tudo bem, é muito simples.

Aí quando o seu smartphone estiver cheio, pode apagar as fotos da memória depois que esse backup para o Google Fotos estiver feito. 

Outra coisa legal que gosto nesse aplicativo é que ele usa a inteligência Google, né? Então na hora de acessar uma foto no Google Fotos (mesmo que já tenha apagado do seu celular), que estará organizada por ordem cronológica, você pode fazer uma busca também por lugares, pessoas etc. Isso, pessoas! O aplicativo identifica os rostos iguais e você só dá o nome. Então, por exemplo, quero buscar uma foto do Teodoro. Basta digitar Teodoro que o app vai relacionar todas as fotos que estão lá na nuvem e que aparecem o rosto dele. Não é demais?

Ah, mas eu quero resgatar uma foto da viagem em Atibaia, mas não me lembro a data. Basta digitar Atibaia. Putz, tô querendo agora resgatar todas as fotos que já tirei de avião. Digite avião e as suas fotos de avião serão relacionadas. Aí se quiser, é só baixar a foto novamente para o seu celular ou desktop. 

Digitei “avião” na busca dentro do meu Google Fotos e…

Eu realmente não sei viver sem o Google Fotos! Sem dúvida é meu aplicativo preferido!!

O bom e velho álbum de fotos

Para quem não abre mão de um álbum de fotos impresso, o que acho demais também, a dica é investir em um fotolivro. Você mesmo consegue fazer, não precisa encomendar para ninguém (mas se quiser, encomende comigo hehehe, faço para você). 

Gosto e uso há bastante tempo o Digipix (www.digipix.com.br). Funciona assim: ou você monta o álbum online ou baixa o programa D-Book em seu computador. Baixei o programa e vou montando aos poucos, sem estar online. Depois de pronto, basta seguir as instruções para concluir o projeto e ele vai gerar um arquivo “master”. Mando imprimir o álbum no site Fotoregistro (www.fotoregistro.com.br), mas no site da Digipix indicam vários lugares para imprimir. Aí é só fazer upload do arquivo na loja e pronto, o resto funciona como uma compra virtual.

Alguns dos nossos álbuns de viagens

Exige um pouco de tempo e dedicação, mas o resultado é uma lembrança que vai ficar para sempre e você revê a qualquer hora (melhor do que ficar repassando na tela os mil cliques tirados rs). Eu já fiz álbuns de viagens grandes (tipo Canadá, Disney etc) mas também já fiz álbuns do ano (ex. 2018), onde reuni as melhores fotos do cotidiano e viagens pequenas. 

Isso sem falar que as crianças amam rever as fotos de viagens!

Tickets e mapas

Tá e o que fazer com aqueles cacarecos (que sei que muitos não tem coragem de jogar fora) depois de uma viagem: mapas, tickets, folders e pequenos objetos? 

Eu já tinha visto no Pinterest e me apaixonei por esse tipo de lembrança decorativa: chama-se “travel box memory” ou em bom português “caixa de memórias de viagem”. A ideia consiste em você montar um quadro decorativo com as lembranças da sua viagem e pendurar na parede. 

Também dá para fazer esse tipo de arte decorativa em potes de vidro que ficam um charme! No perfil do Pinterest eu montei uma pasta chamada “Lembranças de Viagem”, onde você pode ver várias ideias e fazer a sua travel box memory em casa. 

Eu já fiz três box memory e amei o resultado! Os quadrinhos de madeira que são no estilo caixa eu comprei na Zôdio, em São Paulo. 

Lembranças do Canadá: mapas, tickets e até caneta de urso

Lembranças da Disney: fotos, magic band e recordações das princesas

Lembranças da viagem ao Uruguai, com mapas, ticket da Casa Pueblo, voucher do cassino em Punta e até as conchinhas da praia

Até estou montando uma parede só de recordações de viagens. Olha como está ficando:

O cantinho das lembranças de viagem na minha casa

E para decorar ainda mais essa parede de “férias”, estou namorando um cofre para pendurar que vi na Imaginarium. Não é fofo demais esse quadrinho? E ainda serve para juntar uma graninha extra para as próximas viagens!

Quadrinho cofre para as próximas viagens! Em breve na minha parede 😉

Comportamento

Dia dos Pais: fotos inspiradoras de pais e filhos

Quem é que não ama tirar fotos, ainda mais quando os filhos estão em cena? Para se inspirar aí na sua casa e tirar fotos arrasadoras, o fotógrafo Roni Sanches disponibilizou alguns cliques lindos com o tema “pais e filhos”!

O fotógrafo também deu algumas dicas abaixo para as suas fotos ficarem encantadoras!

Para termos uma foto bem especial, é importante pensar no “cenário”? E as roupas? É importante combinar?
O cenário e as roupas são muito importantes para ter uma foto especial, mas ter uma boa iluminação vai tornar tudo muito especial e o principal de tudo é muito amor, carinho e afeto entre pai e filho durante esse ensaio, porque é isso que vai passar para a foto, o que vai ficar nítido nas lentes do fotógrafo e vai tornar esse momento mágico e especial.

Quais são aquelas fotos de pais e filhos mais clássicas?
O pai segurando o filho no colo, principalmente se for um bebê recém-nascido que consegue se aconchegar bem no colo do pai, mas se for um bebe maior também não tem problema, dá para segurar o bebe sentadinho no colo do pai. A foto clássica do pai sustentando o filho com os braços erguidos, pai e filho de frente um para o outro e também é muito interessante uma foto em que o pai esteja sentado com o filho sentado ao lado, porque isso iguala as hierarquias, o pai que é o herói ele senta, se ajoelha e fica na altura do filho. Essas são fotos muito valiosas que terão uma importância significativa pra essa família.

>> Dicas de como organizar as fotos da família

Comportamento

Dicas de como organizar as fotos da família

© Andres Rodriguez | Dreamstime.com - Family photos

© Andres Rodriguez | Dreamstime.com – Family photos

Nem precisa ser uma amante da fotografia para concordar: depois que inventaram os celulares com câmeras (boas), tiramos fotos de tudo, em especial dos filhos. Nada parecido com os filmes de rolo, quando economizávamos nos cliques, afinal, revelação de filme de 36 poses era caro, bem caro! Fora as fotos queimadas que vinham 🙁

Hoje podemos descer o dedo no botãozinho até pegar a expressão perfeita, o sorriso mais lindo daquele momento especial. Resultado: pastas e mais pastas com mil e poucas fotos. São tantas fotos digitais que elas acabam se perdendo nas “nuvens” da vida… São mais de 100 fotos do aniversário, 150 fotos da viagem de férias, 50 fotos só do dia-a-dia e mais 10 do primeiro dia de escola, sem contar com as 15 da Páscoa (rs). E agora, faço o quê com tanta foto?

Eu acho legal ter um álbum, algo mais tátil, sabem? Até hoje adoro pegar os álbuns de fotos de quando eu era bebê e criança. Por isso, procurei, procurei até encontrar uma solução ideal! Estou fazendo fotolivros divididos por anos. Antes organizo todas as fotos no HD externo e abro uma pasta do ano (ex. 2014). Dentro desta pasta, distribuo as fotos por eventos em ordem cronológica. (ex. Janeiro – réveillon na praia; Fevereiro – viagem de carnaval; Março – aniver do vovô e aulas de natação e por aí vai).

Escolho as melhores fotos e começo montando o fotolivro seguindo essa mesma ordem. O legal é que você pode acrescentar textos, lembranças, títulos etc.

Gosto e uso há bastante tempo o Digipix (www.digipix.com.br). Funciona assim: ou você monta o álbum online ou baixa o programa D-Book em seu computador. Baixei o programa e vou montando aos poucos, sem estar online. Depois de pronto, basta seguir as instruções para concluir o projeto e ele vai gerar um arquivo “master”. Mando imprimir o álbum no site Fotoregistro (www.fotoregistro.com.br), mas no site da Digipix indicam vários lugares para imprimir. Aí é só fazer upload do arquivo na loja e pronto, o resto funciona como uma compra virtual.

Dá trabalho, exige um pouco de tempo e dedicação, mas o resultado é um resumo do ano da sua família que vai ficar para sempre e você revê a qualquer hora (melhor do que ficar repassando na tela os mil cliques tirados rs). Eu juntei no mesmo álbum viagens pequenas, aniversário (porque foi festinha caseira) e eventos do cotidiano, mas fiz álbuns separados para viagens maiores e os batizados dos filhos.

E você, como organiza as suas milhões de fotos?