Saúde & Alimentação

Dr. Bactéria ensina como limpar as lancheiras dos nossos filhos

Uma lancheira saudável não se refere apenas aos alimentos que estão em seu interior! Você sabe como limpar corretamente a lancheira dos filhos? E como tirar aquele limo escuro que se forma no interior dos copos das crianças?

Leia a entrevista que fiz com o Dr. Roberto Figueiredo, biomédico, mais conhecido como Dr. Bactéria! Dr. Roberto Figueiredo é diretor da empresa Microbiotécnica, que desenvolve programas para a qualidade de produtos. Mas seu rosto é mais conhecido pelo público brasileiro através da TV, pois já passou pelo Fantástico, da Globo, e atualmente está no ar pela TV Record. 

Todas as Mães As lancheiras são ambientes propícios para as bactérias? Como limpá-las? Devemos limpar todos os dias?

Dr. Bactéria – As lancheiras, como todo recipiente que contenha alimentos, principalmente os perecíveis, pode servir de base para uma contaminação cruzada (possibilidade de microrganismos provenientes de alimentos crus contaminarem alimentos prontos). Existe uma necessidade dos alimentos serem transportados sob refrigeração, por isso devemos colocar dentro delas, “doadores de frio”, caixinhas plásticas com gel congelante. Diariamente, assim que a garotada chega, retirar as sobras de alimentos e embalagens, passar água corrente nas caixinhas congelantes, lavar as lancheiras com água e detergente. Secar com papel toalha.

Todas as MãesAs  nutricionistas recomendam colocar na lancheira das crianças uma fonte de cálcio, como queijos e iogurtes. Por quanto tempo esse tipo de alimento pode ficar na lancheira térmica sem estragar por causa das bactérias?

Dr. Bactéria – Todo alimento perecível somente pode permanecer a temperatura ambiente por 2 horas. Por isso existe a necessidade destas caixinhas plásticas com gel congelado.

Todas as MãesComo tirar aquele “limo” que se forma nos copinhos infantis pela dificuldade de alcance da esponja (canudos ou borrachas anti-vazamento). Aqui em casa coloco em um recipiente com água e algumas gotas de cândida. Sai tudo! Está certo?

Dr. Bactéria – Coloque 2 colheres de sopa de água sanitária por litro de água. Deixar por 10 minutos. Lavar com água mais detergente, enxaguar bem e imergir novamente em outra solução de 2 colheres de sopa de água sanitária por litro de água. Agora por 5 minutos.

Confiram mais dicas do Dr. Bactéria no Instagram. O perfil dele é bem legal e contém várias dicas importantes e interessantes!

Gostaram? E para o preparo das lancheiras, não se esqueçam que aqui no blog tem algumas matérias bem legais que eu já fiz:

Sugestões para uma lancheira saudável, com a nutricionista Beatriz Botéquio

A lancheira ideal: nutricionista Juliana Dragone avalia lanches montados pelas mães

Lancheira: como levar suco natural

Saúde & Alimentação

Sugestões para montar uma lancheira saudável

Lanche saudável

Photo credit: kelly.sikkema via VisualHunt / CC BY

Ao contrário do que muitas pensam, montar uma lancheira saudável e ideal não é uma meta tão difícil de ser alcançada. A gente não precisa ser uma discípula da Bela Gil para isso (rs). Nada contra a chef, muito pelo o contrário!

Para ajudar a montar uma lancheira equilibrada para os nossos pequenos nessa volta às aulas, Beatriz Botéquio, consultora em nutrição da ABIMAPI – Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados, explica que a composição do lanche infantil deve sempre conter:

– 1 fonte de carboidratos (pães, biscoitos simples doces ou salgados, bolo simples ou cereal matinal);

– 1 fonte de fibras e minerais (frutas ou sucos);

– 1 fonte de cálcio (leite, queijo ou iogurte).

Quanto à quantidade e variedade, a nutricionista afirma que três produtos são o suficiente para evitar desperdício. Um lanche infantil não deve ultrapassar de 300 Kcal.

Lancheira térmica da loja Mimozário (www.elo7.com.br/mimozario)

Use lancheiras térmicas para manter a temperatura dos alimentos (Veja aqui as lancheiras térmicas da loja Mimozário) e armazene cada alimento em embalagens individuais, como sacos plásticos descartáveis com zíper ou potinhos plásticos.

Para atrair as crianças, Beatriz Botéquio dá a dica de como deixar o lanche mais divertido: “pães de forma são uma ótima alternativa para criar um lanche divertido, caracterizando o pão em personagens animados ou bichos como ursos, girafas e tubarões. Pode usar a criatividade e usar moldes em formatos de estrelas, corações, carrinhos ou montar um cenário com os próprios alimentos”.

 

Confira abaixo três sugestões para montar uma lancheira saudável:

Opção 1:

Pão sem casca integral com requeijão e ricota temperada + 1 fruta (maçã picada ou banana)

Opção 2:

Lanchinho de biscoito integral com margarina + Iogurte natural + saladinha de fruta picada

Opção 3:

Bisnaguinha de cenoura com geleia 100 % frutas + 1 caixinha de água de coco

Opção 4:

Mini wrap com patê de frango com cenoura e alface + 2 castanha do pará + 1 suco de fruta natural

No ano passado fiz uma matéria bem legal com a nutricionista Juliana Dragone, que avaliou a lancheira de 3 crianças. Confira o que estava certo e errado no lanche dos pequenos. A nutri também indicou as melhores frutas para fazer suco natural e levar para a escola!

Saúde & Alimentação

Lancheira: como mandar suco natural

Depois de fazer uma avaliação das lancheiras preparadas pelas mães no post anterior, a nutricionista Juliana Dragone deixou algumas dicas sobre as frutas, para quem quiser preparar sucos naturais para colocar na lancheira dos filhos. As frutas que sofrem menos oxidação mantém o sabor por até 6 horas.

suco de frutas

E lembre-se do que a nutricionista Juliana Dragone falou no post das lancheiras: escolha fruta ou suco. “O excesso de frutas pode aumentar a glicose sanguínea gerando um diabetes”, explicou.

Todas as Mães: Se a mãe preferir mandar suco natural, quais são as frutas mais adequadas (que não azedam, por exemplo) e por quanto tempo podem ficar na garrafinha térmica? Salada de frutas também pode ser mandada e guardada na lancheira?

Juliana Dragone: “Os melhores são: acerola, abacaxi, melão, maracujá, por sofrerem menos oxidação e não alterarem o sabor até 6 horas. As melhores garrafas são as muito bem vedadas, escuras e pequenas, para que fiquem com 90 % do mínimo do espaço preenchido, dessa forma terá menor oxidação. A mãe deve fazer o suco 30 minutos antes de a criança ir à escola. A salada de frutas deve ser levada na lancheira térmica”.

Receitinha fácil e rápida de suco natural para levar na garrafinha térmica, por Juliana Dragone:

Suco de Maracujá – rendimento 1 porção:

Ingredientes

– 1 maracujá
– 2 copos de água

Modo de Preparo

Lave o maracujá. Abra-o e retire a polpa. Bata no liquidificador, a polpa juntamente com a água. Coe o suco, adoce e sirva.

Sei que fazer suco natural todo dia para levar para a escola é trabalhoso e por isso, na correria do dia a dia, optamos pelos sucos de caixinha. Mas podemos tentar alguma mudança, né? Que tal começar substituindo pelo menos 1 vez na semana o suco de caixinha pelo natural, preparado em casa? Eu também vou fazer assim em casa…

E não deixe de ler o post anterior, sobre a avaliação das lancheiras pela nutricionista Juliana Dragone, que ficou muito legal e bem esclarecedor quanto à montagem no lanche das crianças!

Nutricionista Juliana Dragone – CRN3: 27403 é Pós – graduada em Nutrição Clínica pelo GANEP – Grupo de apoio a nutrição enteral e parenteral.

Site: http://www.nutricionistajuliana.com.br