Casa & Decoração

Como organizar brinquedinhos e miudezas

Brincar é bom demais, mas e quando chega a hora de guardar? Confiram as ideias e inspirações que separei para organizar brinquedinhos e miudezas em casa sem stress!

Organizar os brinquedos das crianças (e manter a casa ajeitada) é um desafio e tanto. Mas, além da organização em si, o que mais me tira do sério da bagunça aqui em casa são os brinquedinhos e miudezas. É sapatinho pra cá, mini acessório pra lá, pecinha pequena aqui, bonequinho de lanchonete ali, lembrancinha de chocolate… É tamanha miudeza que não tem fim!

Minha casa está sempre zoada, mas nem por isso desisto de colocar ordem no caos. Orientar as crianças a arrumarem os brinquedos já é um padrão por aqui. Inserir na rotina deles a organização do cantinho dos brinquedos eu também já faço. O problema é que todas essas miudezas acabam sendo amontoadas em qualquer lugar e depois fica difícil até para eles acharem os brinquedinhos que estão usando. Então eu separei algumas ideias que fiz em casa e também busquei no Pinterest algumas imagens para inspirar na organização de miudezas.

Mas temos que ser realistas tá, gente?! Vi algumas fotos no Pinterest que são ideais e lindas, mas sinceramente não daria certo aqui em casa – pelo menos não agora, com as crianças com 4 e 6 anos. A foto abaixo, por exemplo, com tudo bem separadinho, é algo que não duraria nem 1 dia aqui. Ao longo do texto explico o motivo.

foto: Pinterest

CAIXAS PEQUENAS

Com as miudezas em específico, caixas podem ser ótimas para guardar. Mas nos demos melhor por aqui com caixas pequenas, pois nas caixas muito grandes os brinquedinhos ficam muito perdidos.

Então a regra (se é que existem regras hahah) é: miudezas em caixas pequenas e brinquedos grandes em caixonas. Só que aí tem que ensinar e insistir que tem que guardar os brinquedinhos e TAMPAR a caixa depois.

Esse é o meu problema com as caixinhas! Quando percebo, a caixa está transbordando de brinquedo e a tampa sabe-se lá aonde. Então na verdade tenho usado caixinhas com moderação. Porque não adianta ter um monte de caixa e eles não saberem aonde estão os brinquedos. Ah, melhor se as caixas forem transparentes.

DEIXE À VISTA

Exatamente pelos brinquedinhos se perderem em meio a tantas caixinhas que eu resgatei aqui em casa uma mini estante de plástico que estava sendo usada para outra função. Deixei ao lado da mesinha deles para colocarem os brinquedinhos que estão usando naquele momento, naquela semana, naquele dia. Assim ficam sempre à mão e é super fácil de guardar, não tem desculpa. Quando começar a ficar muito cheio, é só guardar as miudezas excedentes nas caixinhas.

É bonito de se ver? Não exatamente! Mas é prático!

Quem gostou dessa alternativa, vi que a Etna lançou um carrinho multifunções bem lindinho e perfeito para organizar as miudezas! Tem nas cores rosa, azul e branca.

PARA LEVAR

Outra ideia que dá para colocar em prática fácil fácil é usar aqueles nécessaires de viagem com vários compartimentos. De preferência de plástico, para ter uma visualização mais fácil. Dá para deixar pendurado na parede ou na porta e, quando forem brincar em outro cômodo e até em outro lugar, é só tirar da parede e carregar junto!

TUDO JUNTO E MISTURADO NÃO É BAGUNÇA

Uma coisa que eu desisti é separar os brinquedinhos de acordo com categoria. Já tentei fazer uma caixinha só de miniatura de princesas/ bonequinhas; outra caixinha só com os bonequinhos da Peppa; outra caixinha só com bichinhos e mini dinossauros. Acho inútil porque as crianças gostam de brincar com tudo junto: A LOL vai visitar a casa dos Sylvanian Families, que por sua vez andam na bicicletinha da Merida, que vai sentar na poltrona do Papai Pig.  Então já que vai misturar tudo mesmo, não vale o stress depois para guardar cada coisinha em sua caixinha.

Adorei essa imagem do Pinterest com cestinhas dentro da gaveta, mas sei que na realidade (pelo menos aqui em casa) as princesinhas estariam juntas com os pôneis. Acho que também não precisa ser tão metódica (apesar de ser mais agradável visualmente). A ideia é separar miniaturas de brinquedos grandes e organizá-los de maneira prática de modo que as próprias crianças consigam praticar a organização no dia a dia sem stress.

foto: Pinterest

LEGOS

Alguns brinquedos, claro, são exceção, como Lego e blocos de montar. Aí eu já acho que tem que guardar em um local separado mesmo. Essa ideia de usar um pufe baú para guardar os Legos achei genial e super simples de reproduzir em casa, já que é um móvel bem fácil de encontrar nas lojas.

COLEÇÕES

Aqui em casa vira e mexe meu filho inventa que está colecionando algo. Já foi carrinho, dinossauros, bichinhos, Pokémons, melecas e por aí vai. Aí neste caso acho legal dar um destaque maior para coleção e nada melhor do que isso do que prateleiras e nichos.

foto: Pinterest

A coleção desta semana (rs) aqui em casa é de bonequinhos de Pokemon, Mas eu sei que muito em breve esses bonequinhos estarão dentro de uma das caixas ou na estantezinha que montei. Mas por enquanto, estão na “prateleira das coleções” (rs).

EXPECTATIVA X REALIDADE

E para encerrar, fica uma foto e uma pergunta:

foto: Pinterest

Será que algum dia meus filhos serão organizados assim? Creio que não, porque nem os MEUS sapatos são tão arrumadinhos quanto esses da Barbie hahaha. Mas não custa tentar né? Acho que o mais importante é sempre buscar uma solução nova que se encaixe na rotina dos seus filhos, da sua família. O que não deu certo é só deixar para trás e se adaptar a um novo jeito de organização.

O que você achou deste post? Escreva para mim nos comentários! 😉

Leia também:

10 ideias para organizar as fantasias das crianças

11 ideias para organizar os bichinhos de pelúcia

Micaela Góes, do GNT, ensina a organizar a bagunça das crianças

Casa & Decoração

10 ideias para organizar as fantasias das crianças

Inspire-se com as fotos de ambientes para organizar as fantasias das crianças (mesmo quando o carnaval acabar)!

atualizado em 15/01/2018

Roupa do Batman, da abelhinha, da bruxinha, do bombeiro…. As fantasias das crianças não precisam ir para o armário quando a quarta-feira de cinzas chegar! Que bom que elas podem sair para a rua vestidas de princesas ou brincar no parque como verdadeiros piratas e heróis. Incentivar a fantasia e a imaginação, além de lúdico, é saudável. As crianças podem ser o que elas quiserem!

Mas onde guardar as fantasias e os acessórios? É interessante que os pequenos tenham acesso fácil, pois assim eles poderão virar uma fadinha ou um guerreiro a qualquer momento, na exata hora que sua imaginação mandar…

A Alice, com 3 anos, está numa deliciosa fase de usar fantasias o tempo todo: para ir ao pediatra, na casa da avó e até para o parque. Eu acho muito fofo! O Teodoro adorava também suas fantasias, mas agora não liga tanto. Sempre quis colocar uma arara com as fantasias que ficassem ao alcance deles, mas todos que eu encontrava eram caros. Até que um dia, durante uma visita à Tok&Stok, vi em um quartinho montado na loja mesmo um cavalete tubular de metal sendo usado como arara! Comprei, coloquei no quarto deles e deu super certo! Custou cerca de R$ 85 na época. A Alice ama! E ama mais ainda ter essa independência de poder olhar, escolher e pegar a fantasia que quer usar no dia!

organizar fantasias 2 organizar fantasias

Também fiz uma pesquisa no Pinterest e achei algumas imagens bem legais para organizar as fantasias. Em geral, elas estão dispostas em araras, mini armários (abertos) ou cabideiros. São ideias que conseguimos repetir em casa! Espero que vocês gostem! Clique na imagem para visualizar a imagem inteira. *Todas as imagens foram retiradas do Pinterest.

E na sua casa, como é? Os filhos gostam de usar fantasias no dia a dia? Onde você guarda?

Leia também:

11 ideias para organizar os bichinhos de pelúcia

Como organizar brinquedinhos e miudezas

Ultra Violet: como decorar quartos de criança usando a cor 2018 da Pantone

Casa & Decoração

Adeus inverno: como guardar roupas de frio, mantas e cobertores

Foto: pexels

Foto: pexels

O inverno foi embora, dando lugar à amada primavera. E o calorzinho (que logo mais será calorão) já está dando as caras, pelo menos aqui em São Paulo.

Oba, então sabe o que já podemos fazer? Tirar de circulação as mantas, os cobertores e as roupas de frio! Vamos guardar tudo, gente! E que venham os tecidos leves, os vestidinhos e os biquinis! Eu sempre faço esse rodízio de roupas na troca de estação porque não tenho muito espaço no meu guarda-roupa e nem no das crianças. E vamos combinar que roupa de frio ocupa muuuito espaço, né?

Mas antes de tudo, LAVE todas as roupas que irá guardar. Por que?

Conversei com Ricardo Monteiro, Gerente Operacional da Quality Lavanderia e ele explicou tudo:

Porque ao utilizar as roupas durante o inverno, elas adquirirem vários tipos de sujeiras (pó, poeira, poluição, migalhas de alimentos, açúcares, etc) que atraem traças e acabam também tendo uma proliferação acentuada de ácaros, os quais vão se multiplicar ainda mais se não lavarmos”.

lavar roupas

Também conversei com a Carla Picoli, personal organizer, que deu várias dicas de quais as melhores formas de armazenar esse monte de roupa! “Na hora de guardar, vá para a parte mais alta dos seus armários, em maleiros ou em espaços sem uso. O importante é abrir espaço nas partes mais baixas para peças em uso na atual estação”, afirma.

1.    Categorize as peças como, casados de lã grossos, os mais finos, moletons, jaquetas, cobertores, mantas e edredons. Uma dica é deixar para fora algumas blusas de meia estação, para uma leve mudança de tempo ou mesmo algum imprevisto.

roupas de la

2.    Guarde em bags de TNT, organza ou a vácuo. Nunca em plásticos, eles abafam e danificam suas peças. As roupas precisam respirar, por isso é importante ser de tecido e não só plástico.

3.    Os sacos a vácuo são ótimos para quem quer mais espaços, é só seguir as instruções corretas de uso do fabricante e você terá mais espaços pois o volume é bem menor depois de comprimido. Esses sacos você encontra em hipermercados e em vários tamanhos.

4.    Use anti-mofos dentro das embalagens (você encontra em supermercados) ou você pode usar os cuidados caseiros: coloque em saquinhos de organza “giz” branco, aquele de quadro negro. Ele absorve a umidade dentro das embalagens.

5.    Folhas de louro dentro das embalagens afastam aqueles indesejáveis bichinhos. Os ácaros, os fungos, os mofos e as traças gostam de lugares abafados, escuros e úmidos.

6.    No final identifique com adesivos cada embalagem para, caso precisar de alguma peça, já saber em qual pegar. Caso você queira guardar por pessoa coloque o nome, fica bacana também. As peças delicadas, mais finas ou com aplicações e bordados você pode usar um pedaço de TNT entre as peças, evitando contato entre elas.

7.     Falando das jaquetas, principalmente as de couro e sintéticos, jamais guarde-os dobrados e embalados, mantenha-os sempre pendurados em cabides, se possível use capas em TNT para protegê-los da poeira.