Casa & Decoração

Adeus inverno: como guardar roupas de frio, mantas e cobertores

Foto: pexels

Foto: pexels

O inverno foi embora, dando lugar à amada primavera. E o calorzinho (que logo mais será calorão) já está dando as caras, pelo menos aqui em São Paulo.

Oba, então sabe o que já podemos fazer? Tirar de circulação as mantas, os cobertores e as roupas de frio! Vamos guardar tudo, gente! E que venham os tecidos leves, os vestidinhos e os biquinis! Eu sempre faço esse rodízio de roupas na troca de estação porque não tenho muito espaço no meu guarda-roupa e nem no das crianças. E vamos combinar que roupa de frio ocupa muuuito espaço, né?

Mas antes de tudo, LAVE todas as roupas que irá guardar. Por que?

Conversei com Ricardo Monteiro, Gerente Operacional da Quality Lavanderia e ele explicou tudo:

Porque ao utilizar as roupas durante o inverno, elas adquirirem vários tipos de sujeiras (pó, poeira, poluição, migalhas de alimentos, açúcares, etc) que atraem traças e acabam também tendo uma proliferação acentuada de ácaros, os quais vão se multiplicar ainda mais se não lavarmos”.

lavar roupas

Também conversei com a Carla Picoli, personal organizer, que deu várias dicas de quais as melhores formas de armazenar esse monte de roupa! “Na hora de guardar, vá para a parte mais alta dos seus armários, em maleiros ou em espaços sem uso. O importante é abrir espaço nas partes mais baixas para peças em uso na atual estação”, afirma.

1.    Categorize as peças como, casados de lã grossos, os mais finos, moletons, jaquetas, cobertores, mantas e edredons. Uma dica é deixar para fora algumas blusas de meia estação, para uma leve mudança de tempo ou mesmo algum imprevisto.

roupas de la

2.    Guarde em bags de TNT, organza ou a vácuo. Nunca em plásticos, eles abafam e danificam suas peças. As roupas precisam respirar, por isso é importante ser de tecido e não só plástico.

3.    Os sacos a vácuo são ótimos para quem quer mais espaços, é só seguir as instruções corretas de uso do fabricante e você terá mais espaços pois o volume é bem menor depois de comprimido. Esses sacos você encontra em hipermercados e em vários tamanhos.

4.    Use anti-mofos dentro das embalagens (você encontra em supermercados) ou você pode usar os cuidados caseiros: coloque em saquinhos de organza “giz” branco, aquele de quadro negro. Ele absorve a umidade dentro das embalagens.

5.    Folhas de louro dentro das embalagens afastam aqueles indesejáveis bichinhos. Os ácaros, os fungos, os mofos e as traças gostam de lugares abafados, escuros e úmidos.

6.    No final identifique com adesivos cada embalagem para, caso precisar de alguma peça, já saber em qual pegar. Caso você queira guardar por pessoa coloque o nome, fica bacana também. As peças delicadas, mais finas ou com aplicações e bordados você pode usar um pedaço de TNT entre as peças, evitando contato entre elas.

7.     Falando das jaquetas, principalmente as de couro e sintéticos, jamais guarde-os dobrados e embalados, mantenha-os sempre pendurados em cabides, se possível use capas em TNT para protegê-los da poeira.