Viagens

Viagem com crianças de avião: o que levar na bagagem de mão?

Vai viajar com as crianças? Confira os principais itens para não esquecer de levar na bagagem de mão!

foto: pexels.com

Quem acompanha o perfil do Todas as Mães do instagram deve ter visto meu desabafo no stories sobre a ansiedade de viajar sozinha com meus dois filhos. Estava preparando a malinha de mão das crianças para viajar para o Rio (para a visita ao estúdio do D.P.A. – Detetives do Prédio Azul). Foi então que prometi fazer um post sobre “o que levar na bagagem de mão” em viagens com crianças.

A foto que postei na ocasião foi essa:

Sempre levo:

– Troca de roupa: separo uma troca completa para cada criança, com camiseta, bermuda/calça, calcinha/cueca e meia. Já aconteceu de passarmos por uma turbulência bem forte e eu derrubar um copo inteiro de suco de laranja no meu filho. Ele ficou super chateado mas a troca de roupa salvou! Quando o vôo é longo também levo pelo menos uma camiseta pra mim.

– Casaquinho: não é clichê não rs Tem que levar sim um agasalho no avião, porque o ar condicionado é forte e faz muito frio lá dentro. Leve para você também!

– lenço umedecido + álcool gel: serve para tudo: limpar as mãos, usar no banheiro e até fazer uma limpeza rápida na mesinha da poltrona – você sabia que a mesinha é o lugar mais sujo do avião, com recorde de bactérias? Eca! *segundo pesquisa do site Travel Math)

– soro para pingar no nariz (caso a viagem seja longa): o ar condicionado resseca muito a mucosa nasal e incomoda bastante!

bolachinhas e até um chocolatinhho para aqueles momentos tensos de entretenimento (rs). Nos vôos internacionais, preste atenção às restrições de alimentos do país de chegada.

– garrafinha de água: levo uma águinha na mochila para as crianças tomarem no aeroporto ou antes de entrar na sala de embarque (sincerona: não gosto que eles tomem água do bebedouro), já que dentro do avião você pode pedir um copo d’água . Só não se esqueça que em vôos internacionais existe uma regra para o transporte de líquidos e a sua garrafinha vai ficar retida no embarque. Consulte as regras sobre o transporte de líquidos em viagens internacionais no post sobre “quais remédios levar em uma viagem com crianças”.

– remédios na mala de mão: tem um post só sobre isso. Clique aqui para ler.

– E, claro, o mais importante: os documentos das crianças, senão ninguém embarca! Em viagens dentro do Brasil, para crianças de 0 a 12 anos acompanhadas de ambos os pais ou apenas um ou parente de até terceiro grau, basta a certidão de nascimento ou o RG. Para viagens internacionais, é necessário o passaporte válido e o visto, caso necessário. Quando a viagem for para a América do Sul, só o documento de identidade é necessário (ainda assim eu levo o passaporte). No caso do menor estar viajando para fora do país com apenas um dos pais, consulte a necessidade de autorização por escrito. Para maiores detalhes sobre a autorização, consultem o site da Polícia Federal no menu “Viagem ao Exterior – menores”. No site do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) você também encontra um formulário padrão de viagem internacional que precisa ser preenchido pelos pais que não acompanharão os filhos. A autorização deve ser emitida em duas vias, porque uma ficará com a Polícia Federal. A assinatura deve ser reconhecida em cartório por autenticidade ou semelhança

Não se esqueça também de todos viajarem com roupas e sapatos confortáveis. Prefiro evitar cintos porque dependendo do material pode apitar no raio x na área de embarque e você será obrigada a tirar. Pode parecer algo simples e bobo, mas no meio da fila do raio X, com crianças ansiosas, malas e bagagens de mão, aquela pequena confusão, ter que tirar o cinto nesta hora é bem fora de hora rs

Outros itens indispensáveis (que não são mais o meu caso) são:

chupeta(s) extra(s): porque uma hora a chupeta vai cair no chão (rs)

mamadeira ou copo de treinamento: os meus já tomam líquidos em copos normais, mas se não for o seu caso, leve os copos que os seus estão acostumados

fraldas: costumava trocar a fralda deles pouco tempo antes de entrar no avião, no banheiro do aeroporto, porque é muito mais confortável! Mas dependendo das horas de vôo, não tem jeito, vai ter que trocar dentro do avião mesmo. Peloamor, não me troque fralda suja de cocô na poltrona do avião (sim, já presenciei isso). Ninguém é obrigado, né? Na dúvida, pergunte para a(o) comissária(o) qual banheiro possui trocador e prepare-se para o aperto! Sempre odiei trocar a fralda dentro do avião, mas não tem jeito… deixar de trocar vai deixar o bebê muito incomodado e irritado, além de causar assadura e até possíveis infecções. Paciência, tem que trocar!

carrinho: na hora do check in avise a companhia aérea que você está com carrinho de bebê. Em todas as nossas viagens, nós entregamos o carrinho bem na porta da aeronave como bagagem especial e depois pegamos na esteira. É importante tirar suas dúvidas no check in principalmente se houver escalas no vôo! Sempre preferi levar carrinho do modelo guarda-chuva por ser menor e muito mais prático. Praticidade em uma viagem com crianças é tudo!! Clique aqui para conferir alguns modelos de carrinho guarda-chuva disponíveis na loja Turma da Cegonha.

leite e papinha: quando as crianças ainda tomavam leite em pó, levava exatamente as medidas que iria usar durante o vôo. Então eu só precisava pedir a quantidade de água necessária na hora de preparar o leite. Quanto à comida, eles já eram acostumados com a papinha pronta da Nestlé. Levava o necessário para a duração da viagem, junto com uma colherinha de silicone. Algumas companhias oferecem um cardápio infantil, mas você precisa solicitar antes da viagem. Entre em contato com a central de atendimento da cia aérea.

As crianças também levam mochilinha deles, geralmente com brinquedinhos, papel e canetinha, livrinhos e algumas bugigangas. Sabem aquele brinquedo que estava guardado na gaveta e eles nem se lembravam mais da existência? Leve! Vão brincar como se fosse novidade! Massinha também é uma boa!

Aguardem o próximo post com uma seleção de mochilas para os pais e mochilinhas para as crianças que podem deixar a viagem muito mais prática e confortável.

Leia também:

Quais remédios levar em uma viagem com crianças

Férias no Chile: Santiago com crianças

Os melhores hotéis para se hospedar com crianças

Gramado e Canela com crianças

Disney: qual a idade ideal para levar os filhos?

No Instagram, busque pela hashtag #todasasmaesemviagem e confiram os posts que eu já fiz sobre viagens em família!

Eventos

Mostra Viajar atrai famílias em busca de experiências de viagens

Se você, assim como eu, adora viajar com a família, vai amar a Mostra Viajar, que acontece entre os dias 8, 9 e 10 de junho na Bienal do Ibirapuera, em São Paulo.

foto: pexels.com

Essa é a terceira edição do evento, que vai apresentar experiências de diversos roteiros para que o consumidor possa decidir e comprar com promoções diferenciadas sua viagem, seja de praia, natureza ou cosmopolita. Taí aquela oportunidade de fechar as tão sonhadas férias em família!!

foto: Rodrigo Jacob

A intenção da Mostra Viajar é inspirar e despertar o desejo de viajar. Para isso, experiências multissensoriais ajudam o visitante a definir seu próximo destino. O Maranhão, por exemplo, vai levar três vivências sensoriais com o uso de óculos de realidade virtual: um passeio pelas pedras de São Luís no Centro Histórico; pelas areias dos Lençóis Maranhenses e pelas águas da Chapada das Mesas.

foto: Mostra Viajar

É como experimentar um pouco do lugar antes mesmo de estar lá!

E as crianças também poderão vivenciar os roteiros diferenciados e personalizados! Gisele Lima, diretora do Grupo Promo e da Mostra Viajar, falou com o blog Todas as Mães e contou sobre os destaques da mostra para os nossos filhos:

As crianças vão encontrar um ambiente sensorial para presenciar e vivenciar a viagem antes mesmo de embarcar. Se divertir nas atividades em Santa Catarina com o cinema 3D e as atrações do Beto Carrero World, e ainda, os passeios do Macuco Safari ou as experiências do Parque Nacional Serra da Capivara, no Piauí. Lá, vão conhecer sobre a nossa pré-história com os dinossauros podendo vivenciar experiências muito diferenciadas. Minas Gerais vai mostrar o que tem de mais gostoso em cavalgadas dentro de um ambiente de natureza muito especial. As famílias terão acesso a um pouco de tudo que pode ser feito com um roteiro personalizado, além de atividades que encantam e mostram que viajar é sempre a melhor opção para unir a família, viver momentos legais e compartilhar experiências únicas”.

Muitas outras atrações também podem ser esperadas nesses três dias de evento, como stands de degustação de culinária e bebidas regionais, dança, artesanato e oficinas. Também terá um painel entre youtubers que irão comentar as experiências vividas nos destinos com as melhores dicas de viagens!

Os ingressos estarão à venda pelo site www.mostraviajar.com.br . Estudantes de turismo e visitantes da terceira idade têm entrada gratuita na sexta, dia 8 de junho.

Serviço
Mostra Viajar
Dias 8, 9 e 10 de junho de 2018, das 12h às 20h
Bienal do Parque do Ibirapuera – Pavilhão Ciccillo Matarazzo – Portão 3. Av. Pedro Álvares Cabral, s/n. São Paulo – SP

E já que o assunto aqui é viagens, confiram os textos mais lidos do blog sobre viagens com filhos:

Quais remédios levar em uma viagem com crianças

Férias no Chile: Santiago com crianças

Os melhores hotéis para se hospedar com crianças

Gramado e Canela com crianças

Ilhabela com crianças

Disney: qual a idade ideal para levar os filhos?

No Instagram, busque pela hashtag #todasasmaesemviagem e confiram os posts que eu já fiz sobre viagens em família!

Sem categoria

Férias de verão: alerta para as praias impróprias para banho

Atenção para as praias impróprias para nadar no litoral paulista nestas férias!

IMG_1551

Minha cara de decepção quando me deparei com essa bandeira da Cetesb na praia da Siriúba, Ilhabela. Para quem não sabe, a Cetesb classifica as praias em 2 categorias: própria e impróprio. Quando é imprópria, significa que é desaconselhável nadar, uma vez que pode ter um grande número de coliformes fecais * eca * (hoje chamados de coliformes termotolerantes), E. coli e enterococos. A densidade alta desses organismos tem a ver com a poluição pelos esgotos.

IMG_1553

Pesquisei e descobri que o risco de nadar em águas impróprias é contrair doenças do trato gastrointestinal como vômitos e diarreias e algumas doenças até mais graves.

Lembrando que com as crianças o cuidado deve ser redobrado, já que elas vivem engolindo água, colocando a mão na boca…Portanto, melhor não dar bobeira!

Mas nem sempre a classificação como imprópria tem a ver com a poluição pelos esgotos. No site da Cetesb achei a informação que uma praia também pode ser classificada na categoria Imprópria devido a circunstâncias como a presença de óleo provocada por derramamento acidental de petróleo; ocorrência de maré vermelha; floração de algas potencialmente tóxicas ou surtos de doenças de veiculação hídrica.

A foto da bandeira da Cetesb é da praia de Itaquanduba, também imprópria na Ilhabela. Para ver a classificação das praias de São Paulo, o mapa da qualidade das praias está disponível no site da Cetesb http://cetesb.sp.gov.br/praias/mapa-da-qualidade/.

IMG_1552

Importante ressaltar que essa classificação é temporária e pode ser alterada de acordo com o período de amostragem.