Pode oferecer comida para as crianças sem a permissão dos pais?

Categoria: Desabafo

Como vocês reagem quando uma pessoa desconhecida oferece algo para comer/ beber para seus filhos? Tem gente que não liga, mas eu me incomodo bastante!

Assim como o meu desabafo “Parem de pegar nas mãos dos bebês”, escrevo este para os desavisados, que querem ser educados, mas na verdade estão fazendo uma coisa muito chata: dar comida para bebês e crianças sem o consentimento da mãe ou do pai. Pode? Não!

Sempre quando vou oferecer qualquer coisa para alguma criança, pergunto para a mãe antes e espero que façam o mesmo conosco.

Vou contar algumas situações que já aconteceram para exemplificar melhor:,

Photo credit: TheGiantVermin via Visualhunt.com / CC BY-NC-ND
Photo credit: TheGiantVermin via Visualhunt.com / CC BY-NC-ND

Estávamos em um casamento e dei uma saidinha rápida para ir ao banheiro. Nesse meio tempo – fiquei sabendo depois – uma “querida”, que estava sentada na nossa mesa, tentou dar um pedaço de coxinha para meu filho – que tinha 4 meses! Meu marido a impediu, mas a fofa, que não tinha nenhuma intimidade com a gente, sequer havia perguntado se ele podia! Quase surtei quando me contaram isso! Um bebê de 4 meses comendo coxinha??!

Outra vez meu filho já estava mais crescidinho. Estávamos passeando na rua e paramos em um banquinho do lado de um restaurante, que estava sendo preparado para a recepção de um casamento. A decoradora saiu do restaurante, achou meu filho fofinho e achou que ele merecia uma maçã hahaha. Falou que tinham várias maçãs sobrando (da decoração), foi lá dentro e trouxe uma fruta pra ele. Educadamente falei que não precisava, que ele ja tinha tomado café da manhã etc. Ela insistiu para ele pegar a tal da maçã. Aí expliquei para a pessoa que eu ensino meus filhos a não aceitarem NADA de estranhos…e ela, no caso, era uma estranha. E que se eu aceitasse, iria me contradizer. Ela me olhou como se não tivesse entendendo…Peguei na mão do meu filho e fui embora…

E uma outra vez, em um consultório médico. A mãe chegou na recepção com seu filho e sacou um pacote de bolacha da mochila. Imediatamente colocou o pacote de bolacha na cara do meu filho, que nem tinha notado a presença deles até então. Eu não falei nada, só observei. Ele não aceitou (afinal, ela era uma pessoa estranha). E não é que a moça insistiu e ainda falou: pega, bebê, a sua mamãe deixou, pega! Oi?? Não deixei nada, não, quando foi isso?!

Sei que todas essas pessoas quiseram ser educadas, legais com meu filho e comigo. Mas gente…quer oferecer uma fruta, uma guloseima para uma criança? Pergunte ANTES para a mãe, para o pai se pode. E se a mãe responder um “obrigada, melhor não”, ACEITE essa negativa!

Às vezes a criança realmente não pode comer aquilo, ela pode ser alérgica. Alguns tipos de comida não são liberados para crianças menores de 1 ano (como carne de porco, mel e frutos do mar). Às vezes a mãe não gosta de dar chocolate para o filho. Os meus, por exemplo, não sabem o que é refrigerante ainda. E, bem, aceitar comida de estranhos não vou nem comentar, né? Aqui é não e pronto!

E na sua família, como lidam quando um desconhecido insiste em oferecer algo para comer ou beber aos seus filhos? Aqui, até a vovó me pergunta antes de pode dar alguma guloseima para eles!

Deixe seu comentário!

2 comentários

  1. Thais james comentou:

    E quando a avó quem oferece, como reagir? Não sei o que fazer com a situação!

    1. Thais, é uma situação delicada e que exige um pouco mais de diplomacia (rs). Se te incomoda ou se for algo que realmente seu bebê não pode comer, acho que você tem que falar sim, mas com jeitinho. Você também pode explicar que está seguindo rigorosamente as recomendações do pediatra e tal alimento não é indicado para bebês e, portanto, você gostaria que os cuidadores (avós) seguissem a sua recomendação. Boa sorte! Depois volte aqui para compartilhar a sua experiência…troca de experiências entre as mães sempre é muito enriquecedor! Bjos