Eventos

Blog parceiro do 5º Seminário Pais&Filhos: Porque ser mãe é o máximo!

Que prazer e que honra ser um blog parceiro desta edição do  Seminário Pais&Filhos. O evento acontecerá no dia 30 de maio, das 8h às 18h no Espaço Cultural Unibes, em São Paulo (ao lado do metrô Sumaré).

Porque ser mãe é o máximo“:  esse é o tema deste Seminário, que busca a reafirmação e a valorização da maternidade e do papel da mãe na formação de uma família. Arrasaram, né?

A programação está igual às mães: o máximo (rs)!! Você pode conferir todas as palestras e participantes pelo site do Seminário Pais&Filhos.

O mais legal é que como blog parceiro, as leitoras do Todas as Mães também têm direito a desconto no valor do ingresso! Basta digital o código PARCEIROPF e garantir 20% de desconto na inscrição.

DESCONTO DE 20% NA INSCRIÇÃO

Para fazer a inscrição, vá em www.seminariopaisefilhos.com.br

Nos vemos lá hein?

Unibes Cultural: Rua Oscar Freire, 2500
São Paulo – SP

Festas

Comida saudável e festinha infantil combinam sim

Quem disse que em festa de criança só entra coxinha, hot dog e batata frita?

foto: pexels.com

Apesar de ser uma delícia todos aqueles quitutes de festa infantil, dá sim para incluir algumas comidinhas mais saudáveis tanto para os pequenos quanto para os adultos.

Separei algumas sugestões que dá para fazer em casa sem precisar ter grandes dotes culinários. Algumas eu já experimentei e outras eu já servi nos aniversários dos meus filhos. Se você tiver alguma sugestão, deixe a sua dica nos comentários para as outras leitoras verem também, tá?

Comidinhas saudáveis em festas infantis

Frutas são sempre muito bem vindas em festinhas infantis. O que diferencia é a forma de apresentação.

Já fui em festa onde um dos pratos mais disputados entre as crianças era um espetinho de uva com morango. Vira e mexe a gente ia na mesa e tinha que esperar repor.

espetinho de fruta em festa

foto: Pinterest

Outra dica é cortar melancias em pedaços triangulares, espetar um garfinho de madeira e deixar a criançada se servir, comendo como se fosse um picolé. Fiz isso na festa de 2 anos da Alice do tema Peppa Pig. Foi sucesso! A minha dica é usar aquela melancia baby que é mais durinha para isso. A melancia normal é um pouco mais aguada e pode acabar quebrando no formato de triângulo.

foto: Pinterest

Achei essa foto no Pinterest e achei bárbara: são frutas pequenas dentro de uma casquinha de sorvete (confesso que já imaginei uma calda de chcolate aí hahaha). Se você tiver dificuldade em ajeitar o cone na mesa, outra ideia é usar cestinhas comestíveis de massa folhada própria para tortinhas doces, achado em lojas de confeitaria.

foto: Pinterest

Todo mundo gosta também de saladinha de frutas, não tem como errar!

foto: Pinterest

E por que não banana na festa?

foto: Pinterest

Vou contar um segredo sobre a comemoração de 5 anos do Teodoro realizada na escola: chegou no dia do bolinho e achei que tinha encomendado pouca comida (além do bolo). Só que estava em cima da hora e não tinha muito o que fazer… Então não deu outra: aproveitei que o tema do aniversário era Bichos, peguei um cacho de banana prata que tinha em casa e um macaco de pelúcia do Teodoro para fazer uma graça. E querem saber? Nas fotos que recebi da escola só davam os alunos comendo banana!

Iogurte com frutas é saudável, mas acho que eu só serviria em uma festinha que fosse realizada no café da manhã ou brunch.

foto: Pinterest

E biscoito de polvilho, quem resiste? Vamos combinar que é muito mais saudável do que batata frita? Olhem esses saquinhos com os biscoitos que ofereci na festa com tema verão/ praia . (não era o Biscoito Globo de verdade… peguei saquinhos pequenos de papel e colei o logotipo por cima. Virou um mini biscoito Globo fake rs).  Mas foi sucesso entre os pequenos e alguns até levaram pra casa 🙂 Dica: existem algumas opções nos mercados de biscoito de polvilho artesanal e com menos sódio. Vale dar uma lida no rótulo dos ingredientes!

Na festa da Alice do tema Princesas, eu deixei copinhos bem bonitinhos de papel cheios de batatinha chips (nada saudável rs) para as crianças se servirem à vontade. Mas, ao invés dessas batatinhas, seria muuuito melhor colocar chips de mandioquinha, batata doce, abobrinha, etc. Os que a gente compra no supermercado eu acho que são bem caros, então a alternativa é fazer em casa mesmo. É difícil acertar o ponto, então sugiro testar várias vezes antes da festa.

Chips caseiros de batata doce. Foto: Pinterest

 

Milho cozido espetado no palito também é sempre uma ótima ideia e as crianças adoram! Encontrei um blog que dá algumas dicas bem fáceis para deixar o milho cozido perfeito. O link é esse: www.panelaterapia.com/

foto: Pinterest

E para beber? Suco natural é sempre muito melhor do que os de caixinha. Acerola, abacaxi, melão e maracujá são algumas sugestões por sofrerem menos oxidação e não alterarem o sabor até 6 horas. Aposte também em águas aromatizadas que fazem o maior sucesso entre os adultos e a criançada. Aqui em casa sempre faço com hortelã ou manjericão.

Essa foto eu peguei no Pinterest e achei incrível! Agua de coco nas garrafinhas! Por que eu nunca fiz isso?

Dependendo do tema da festa, você pode até oferecer as garrafinhas de água da Bonafont tematizadas. Na festa de heróis do Teodoro, realizada em um buffet, pedi para o vallet colocar uma água dessas de heróis em cada carro. Foi um pequeno mimo <3

E para dar aquela sustância, nada melhor que sanduichinhos, né? Gosto de oferecer sanduichinhos de queijo com peito de peru… Acho que não tem erro! Mas recebi da Tirolez, conhecida marca de laticínios, algumas receitas de lanchinhos naturais que também podem ser uma ótima opção para festinhas!

Sanduíche Delícia de Verão

foto: divulgação Tirolez

Ingredientes:

1 copo de Requeijão Cremoso Tirolez (200 g)
1 colher (sopa) de azeite (13 ml)
1 colher (sopa) de suco de limão (13 ml)
Sal
10 fatias de pão integral (220 g)
4 folhas de alface crespa em tiras (12 g)
½ xícara (chá) de palmito picado (100 g)
1 tomate grande cortado em rodelas (280 g)
270 g de Queijo Minas Frescal Tirolez em fatias

Modo de Preparo:

Em uma tigela, misture o requeijão, o azeite, o suco de limão e o sal a gosto. Espalhe esta mistura sobre um dos lados de 5 fatias de pão e distribua sobre elas a alface, o palmito, o tomate e o Queijo Minas Frescal Tirolez. Feche com as demais fatias e sirva.

Rendimento: 5 sanduíches
Tempo de Preparo: 10 minutos

Sanduíche de Queijo Minas com Vegetais Marinados

foto: divulgação Tirolez

Ingredientes:

½ cenoura ralada
½ beterraba ralada
1 colher (sobremesa) de azeite
1 colher (sopa) de vinagre balsâmico
1 pitada de sal
1 colher (café) de ervas finas
1 pão tipo baguete
2 fatias de Queijo Minas Frescal Tirolez

Modo de preparo:

Em um recipiente, misture a cenoura e a beterraba, tempere com azeite, vinagre, sal e ervas;

Corte a baguete ao meio; coloque duas fatias de Queijo Minas Frescal Tirolez; se preferir, leve a baguete ao forno por alguns minutos para que o queijo derreta;

Distribua os vegetais temperados sobre o queijo e feche com a outra metade do pão. Corte a baguete ao meio e sirva.

Rendimento:  2 porções (1/2 baguete por porção)
Tempo de Preparo:  20 minutos

As dicas foram essas e espero que tenha inspirado vocês. Se você tiver mais alguma dica de comidinha saudável para festas infantis, deixe nos comentários!

Boa festa!

Leia também:

As principais tendências para festas infantis em 2018 por Lilian Ruas

Festa em casa: tema DinossaurosCarnavalBichosPrincesasPraia & Verão, Moana

Planejar a viagem

Quais remédios levar em uma viagem com crianças

Vai viajar? Confiram os remédios que não podem faltar na bagagem!

remedios para viajar

foto: pexels.com

Costumo falar que fazer a mala das crianças para passar um fim de semana na praia ou para passar 15 dias de férias no exterior dá praticamente o mesmo trabalho. O que muda é o volume, mas os itens são os mesmos. E um desses itens que acho que não pode faltar na bagagem é a farmacinha com remédios das crianças, independente se estão fazendo algum tratamento ou não.

Isso não é neura! Não tem coisa pior que precisar de um remédio e você estar longe de uma farmácia ou estar em um horário ruim para sair. Ou pior ainda, estar em outro país e não ter como comprar, uma vez que as prescrições de medicamentos não têm validade em outros países (leia abaixo dicas para levar remédios em viagens internacionais).

Sempre que nós viajamos levo uma malinha de remédios. Já aconteceu de estarmos na fila para fazer o check in para Dubai e eu me lembrar da malinha de remédios que havia ficado no carro! Sorte que o carro estava ali mesmo no aeroporto e saímos correndo para buscar!

Dependendo do destino da viagem dá para levar itens a menos. Ah gente, uma coisa importante: quando temos alguma virose ou imprevisto sempre entro em contato com a pediatra das crianças. Nunca dou remédio por conta própria, ok?

Já passei por perrengues por não ter levado todos os remédios. Quando fomos para o Chile, o Teodoro, na época com quase 2 anos, estava com uma tosse horrível e eu tinha levado só um restinho do xarope. O vidro acabou, a tosse piorou e nós que tivemos que bater perna em Santiago para achar o xarope correspondente. Tudo isso com a pediatra no WhatsApp rs!

farmacinha para viajar

Então aqui está uma listinha de medicamentos básicos que eu geralmente levo. No nosso caso ainda levo mais alguns outros remédios que as crianças usam quando têm crises de asma. Por isso é muito importante falar com o pediatra antes de viajar!

Remédios para levar nas viagens

  • Antitérmico/ antinflamatório – Geralmente levo 2 antitérmicos diferentes. E sim, já precisei usar os 2. Estávamos na Bahia quando meu filho pegou uma virose que dava uma febre alta que não baixava por nada e precisei intercalar:/
  • Antialérgico – Aqui em casa os dois são bem alérgicos e por isso não pode faltar
  • Xarope para tosse – Quando vamos para algum destino mais longe (ou internacional), levo o xarope que eles estão acostumados a tomar, mesmo se não estiverem com tosse. Se o destino for perto e eles não estiverem com tosse, não levo.
  • Primeiros socorros – Curativos, algodão, antisséptico para machucados
  • Termômetro
  • Pomada para picada de insetos
  • Antibiótico – Consulte o pediatra das crianças e pergunte se ele julga necessário levar uma caixa de antibióticos quando fizer uma viagem internacional.
  • Spray de própolis para dor de garganta – Não é essencial, mas pode ajudar no alívio de uma dor. Faço o mesmo que o xarope para tosse: se for destino internacional, levo. Se o destino for perto, tiver estrutura, etc, não levo.
  • Soro fisiológico para pingar no nariz
  • Remédio para diarreia (levo aqueles sachezinhos para reestabelecer a flora)
  • Remédio para gases e enjôo
  • Remédio para dor de ouvido

Será que esqueci de algum?

Como essa pergunta é bem comum quando estamos indo para o aeroporto, sugiro montar a malinha dos remédios com alguns dias de antecedência – dependendo do destino e do tempo de viagem.

Viagens internacionais: despachar os remédios ou não?

Lembre-se que existem regras para levar medicamentos no avião em viagens internacionais.

Se eu fosse levar todos os remédios na bagagem despachada, iria correr o risco de ter a mala extraviada e perder todos os remédios. Então a gente precisa pensar direitinho antes de dividir os medicamentos entre bagagem despachada e bagagem de mão.

No site da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) consta que “medicamentos (com prescrição médica), alimentação de bebês e líquidos de dietas especiais poderão ser transportados na quantidade necessária à utilização no período total de voo (incluídas eventuais escalas) e deverão ser apresentados no momento da inspeção de segurança”.

Existe uma regra para o transporte de líquidos em viagens internacionais que vou citar logo abaixo. Porém, no site da Anac também diz que “medicamentos que precisam ser levados na bagagem de mão em voos internacionais não se enquadram nas restrições para transporte de líquidos, mas deverão estar acompanhados da devida prescrição médica”. Ainda assim, para evitar dor de cabeça desnecessária, sigo a regra do transporte de líquidos na hora de levar os remédios.

Para transportar líquidos na bagagem de mão (incluindo aí os remédios, cremes, géis etc), o limite é de 100 ml por frasco, que deverão estar acondicionados em saquinhos plásticos transparentes do tipo zip, de até 20 x 20 cm. Uma informação importante: só são permitidas um saquinho zip por passageiro! Essas embalagens plásticas devem ser apresentadas na inspeção de embarque. (Clique aqui para ler as informações da Anac sobre bagagem de mão em viagens internacionais).

Então levando em conta todas essas regras, na bagagem de mão levo os remédios mais importantes incluindo o soro fisiológico em spray para espirrar no nariz durante o vôo (o ar condicionado do avião resseca e irrita a mucosa nasal).

Prefiro levar todos os remédios na caixa e, de preferência, fechados.

Sempre carrego a prescrição médica dos remédios – até porque nunca me lembro das doses necessárias. Se for algum remédio de uso contínuo ou tratamento, também é recomendando levar a receita traduzida para o inglês, mas apenas para o caso de fiscalização sanitária. As prescrições de medicamentos não têm validade em outros países. Dependendo do remédio, é necessário passar por um médico de onde você está para ter acesso ao medicamento. Por isso fazer uma lista de farmacinha para levar na viagem é tão importante.

Mesmo levando tanto remédio na mala, ainda assim é essencial fazer um seguro saúde antes de viajar. Vou preparar Já preparei um outro post sobre o dia que meu filho precisou usar esse seguro saúde quando estávamos em Miami!

Boa viagem!

Leia também:

Black Friday: os melhores pacotes e hotéis em promoção que encontrei

Lista com os 10 melhores hotéis do Brasil para ir com a família

Produtos de farmácia dos EUA para crianças que valem a pena comprar

O que fazer em Ilhabela com chuva