Lazer em SP: conheça o Museu Catavento

Categorias: Na cidade

Mora em São Paulo ou está de passagem pela capital paulista? Que tal um pulo no centro da cidade e conhecer o Museu Catavento?

Difícil alguém ir ao Museu Catavento Cultural e não se encantar com as possibilidades que o lugar oferece! Reserve, no mínimo, metade do dia para percorrer os espaços interativos e conhecer as atrações. São 250 instalações das mais curiosas, divertidas e interessantes!

Lá dentro o espaço é divido por 4 seções: Universo, Vida, Engenho e Sociedade. É aquele tipo de passeio que as crianças (e adultos) aprendem brincando.

Atrações como aquários de água salgada, anêmonas e peixes carnívoros e venenosos, uma sala que simula viagem submarina são apenas alguns exemplos de como o visitante pode aprender e se divertir ao mesmo tempo.

Tem um meteorito de verdade, dá para conhecer o corpo humano por dentro, entender como funciona um gerador de energia e ainda fazer parte de um experimento de física que arrepia seus cabelos. Difícil escolher uma área preferida!

Além das exposições interativas, existem sessões fechadas de vários temas que acontecem dentro de salas, como Laboratório de Química, Estúdio de TV, O Mundo do Perfume, entre outros. Para participar é necessário retirar uma senha na recepção do Catavento de acordo com o horário das sessões.

Estivemos a primeira vez por lá quando recebi o convite da Bayer, em homenagem ao Dia Mundial da Abelha, para fazer o tour interativo pelo Mundo das Abelhas, uma atração que faz parte do acervo permanente do museu.

É tão legal, que antes mesmo de entrar, a gente já se diverte na área externa do museu, com a Maria Fumaça fabricada em 1888 e a exposição de aviões – entre eles um modelo DC-3 que fez parte da frota da antiga Vasp até os anos 70!

catavento cultural
Antes mesmo de entrar, somos convidados a interagir no museu educativo
maria fumaça no catavento cultural
Maria Fumaça fabricada em 1888!
exposicao de avioes catavento cultural
A fascinante exposição de aviões no pátio do Catavento Cultural
catavento cultural
Do pátio do Catavento Cultural, vista para outro ícone turístico de SP: o antigo prédio do Banespa, hoje, Farol Santader!

 

Serviço Museu Catavento

Terça a domingo, com entrada das 9h às 16h e permanência no museu até às 17h.

Av Mercúrio, s/n – Pq Dom Pedro II, Brás.

Possui estacionamento no local, mas dá para chegar também de ônibus ou metrô. Clique e confira como chegar no Museu Catavento.

Ingressos: você pode comprar os ingressos na bilheteria ou pelo site do Museu Catavento.

Esticada até o Mercadão de São Paulo

Quando bater a fome, tem lanchonete dentro do Museu Catavento, mas eu sugiro fortemente aproveitar a viagem e almoçar/ lanchar no Mercadão de São Paulo, logo ali do lado.

Mercados Municipais são sempre excelentes pontos turísticos das grandes metrópoles. Já conheci o Mercado Central em Santiago (Chile), o Mercado de San Telmo em Buenos Aires, Borough Market em Londres, Granville Island em Vancouver (Canadá), Mercado del Puerto em Montevidéu (Uruguai) e o de São Paulo não poderia ser diferente!

Quem é das antigas, como eu, vai se lembrar da Barraca do Juca, que está lá até hoje entre os 120 boxes do Mercadão! Era ali mesmo que Tony Ramos gravou várias cenas da novela “A Próxima Vítima”, de 1995! As barracas de frutas fazem mesmo um grande sucesso!

A degustação é oferecida em praticamente todos os boxes e dá para experimentar frutas que a gente não encontra sempre nos supermercados, como mangostin, atemoia e outros frutos exóticos. Eu me surpreendi com as crianças, principalmente com o Teodoro, que experimentou quase todas as frutas da barraca que visitamos.

Só um alerta: essas frutas diferentonas são bem caras e, na empolgação de ver o filho todo feliz comendo uma fruta diferente, a gente vai pedindo para separar. Atente-se à quantidade pedida, senão eles vão colocando fruta pro ano inteiro sem te perguntar. Para ter uma ideia, a nossa conta deu R$ 400!! Imagine minha cara!!! Obviamente que pedimos para diminuir a quantidade!

Não é a Barraca do Juca, mas tem muitas cores e sabores também!

Nas barracas ao lado dá para sentar e pedir o tradicional sanduíche de mortadela! Dá para dividir, pois são cerca de 300 gramas do embutido no pão – que pode vir com outros acompanhamentos. Dizem que foi no Bar do Mané que nasceu o sanduíche de mortadela, mas é possível encontrar a iguaria em outras barracas do Mercadão. Para quem quiser almoçar com mais calma, é só subir e se acomodar em uma das mesas dos restaurantes lá em cima.

sanduiche de mortadela mercadao de sao paulo
Só digo uma coisa: experimente!

Mercado Municipal de São Paulo

Segunda a sábado, das 6 às 18 horas.
Domingos e feriados, das 6 às 16 horas.
Rua da Cantareira, 306

Leia também:

Visita ao Museu da Lingua Portuguesa

Visita guiada ao estúdio Maurício de Sousa

Diversão no Parque da Mônica

Onde se hospedar em São Paulo:



Booking.com

Deixe seu comentário!

2 comentários

  1. Marilia Luz comentou:

    Gostaria de saber se o trajeto entre o museu e o mercado é perigoso para fazer a pé?

    1. Fomos de carro até o Mercadão, mas dá para ir a pé (só tomar as precauções básicas de se andar no centro).