Consumo

Acessórios e gadgets indispensáveis para uma viagem mais prática

Viajar com crianças pode ser uma tarefa mais prática se a gente tiver os acessórios certos na hora certa. Nas nossas últimas viagens senti falta de alguns itens que ajudaria muito em determinadas situações. Anotei tudo e fiz essa lista pra vocês se orientarem também! Ah, também fiz uma listinha de acessórios para os adultos!

Você pode salvar no Pinterest e ler depois:

acessorios de viagens

No final da descrição, coloquei o link da loja onde o produto é vendido. Fiz a pesquisa nas lojas virtuais Americanas.com, Imaginarium Submarino.

Clique e continue lendo!

Desabafo

Retrospectiva dos posts mais lidos de 2017

O ano está terminando e estou certa que vem muita coisa boa pela frente! Para dar aquele arremate final em 2017, fiz uma retrospectiva com os posts mais lidos nos últimos 12 meses.

Mas nesta lista só levei em conta os posts publicados em 2017. Porque, por exemplo, se considerar os posts publicados em outros anos, o texto mais lido foi: Um susto em minha vida – o resultado da mamografia (post publicado em 2016, mas que figura entre os mais lidos e comentados em 2017).

Outro post bem movimentado por aqui é o texto sobre a retirada da chupeta, publicado em 2015 – mas ainda super atual!

Bem, vamos aos top 10 de 2017! *Excluí da lista posts relacionados a eventos temporários.

1.  Truques para lavar os bichos de pelúcia (categoria Casa >> Casa e Decoração)

Bichos de pelúcia lavando

Photo credit: Adrian Midgley via Visualhunt.com / CC BY-NC-ND

2. Dicas para curtir Ilhabela com crianças (categoria Entretenimento >> Viagens)

Ilhabela com filhos

Dicas para curtir Ilhabela com crianças

3. Itens de farmácia que valem a pena comprar nos EUA para crianças (categoria Produtos)

compras de farmácia EUA
4. Festa infantil em casa: bailinho de carnaval (categoria Casa >> Festas)

kit boas vindas carnava

5. Seu filho está pronto para o desfralde? (categoria Comportamento)

Desfralde

Photo credit: thejbird via Visual Hunt / CC BY

6.  Viagem para Disney: qual a idade ideal para levar os filhos? (categoria Entretenimento >> Viagens)

Disney com crianças

7. Passeios escolares na educação infantil: autorizar ou não? (categoria Comportamento)

Photo credit: anna carol via VisualHunt /  CC BY

Photo credit: anna carol via VisualHunt / CC BY

8. Eternizando lembranças: joias afetivas (categoria Produtos)

Inffinita

9. Coaching de mães: descubra como ele pode te ajudar (Categoria Comportamento >> Entrevistas)

coach de mães

Foto: dreamstime free

10. Terapia de casal após a chegada dos filhos (categoria Comportamento)

terapia de casal após filhos

Faltou algum post que você gostou muito de ler e queria que estivesse nessa lista? Pra mim sim (rs). Gostei muito, muito mesmo, do meu post desabafo com o meu relato sobre ter parado de fumar (embora tenha largado o cigarro em 2011, escrevi o texto só em 2017).

 

Comportamento

Guest post – Como escolher o livro ideal para bebês

Em homenagem ao Dia Nacional do Livro, comemorado no dia 29 de outubro, vou publicar um guest post preparado pela equipe do Blog da Leiturinha, que consultou as especialistas que selecionam os livros enviados pela Leiturinha (clube de assinaturas de livros infantis) para entender quais são os elementos cruciais na hora de escolher um livro ideal para bebês. Confiram!

como escolher o livro ideal para bebês

Foto: pexels.com

Por Blog da Leiturinha

A importância dos livros na vida dos bebês
Costuma-se dizer que os primeiros anos de vida são aqueles que mais desenvolvemos.
Nos dois primeiros anos, as estruturas cerebrais ainda estão sendo formadas e os
estímulos vindos dos livros, são de extrema importância nesta fase. Ao mesmo tempo que
a leitura entretém o bebê por meio da contação, das imagens e, algumas vezes, do
formato do livro, ela também cria um ambiente rico em estímulos. Ouvir a voz cadenciada
de quem conta a história, se torna um ritual prazeroso tanto para o cuidador, quanto para
bebê, fortalecendo o vínculo entre eles.

Quais os livros mais adequados para bebês?
Que tal todos? A realidade é que um livro adequado está relacionado à forma como a
mediação da leitura é feita. Para quando o próprio bebê vai manusear o livro, alguns
detalhes devem ser levados em consideração:

No primeiro ano, os livros com contrastes em preto e branco prendem a atenção. Ainda
nos primeiros meses, a visão dos bebês é limitada e precisa ser estimulada, por isso,
ilustrações em preto e branco, com pequenos contrastes com uma única cor, fazem muito
sentido. Os livros de pano também são efetivos, eles podem ser adotados como objetos
de transição. Geralmente, os pequenos gostam de ter por perto objetos que diminuam a
ansiedade quando sua figura de referência se ausenta, estes são os chamados objetos de
transição. Nesta fase, a leitura deve ser entoada, acentuando as palavras unida às
imagens.

A partir dos 2 anos, os livros brinquedos, fantoches e texturas, são ainda mais efetivos. Os
pequenos já começam a se interessar por brincadeiras com uma certa organização, por
isso, o livro dar os estímulos para sequenciar a diversão. O gênero textual ainda não influi
muito na assimilação pela criança, a cadência da leitura e a forma de mediação são os
determinantes neste momento.

Como ler com o meu bebê?
Não importa se o livro é de poesia, conto ou uma história completa – o segredo da leitura para bebês está na voz e na interação. Para isso, não existe certo ou errado, tudo depende da forma em que a relação é estabelecida entre mãe/pai ou cuidador e o bebê.

Caso exista alguma dificuldade por parte do cuidador em mediar a história, uma dica é
começar com cantigas populares – elas são fáceis de cantar e contar e os bebês
interagem facilmente com elas.

Os estímulos visuais também são muito importantes. A visão dos bebês deve ser muito
estimulada nos primeiros meses de vida, por isso, aponte as ilustrações e deixe-as ao
alcance do campo de visão do seu bebê, isto é, entre 20-25 cm de distância dos seus
olhinhos. Em relação aos livros de pano ou banho, é propício conduzir a interação por
meio do tato do bebê também, isto significa que você deverá favorecer que seu bebê
toque e sinta os livrinhos. Assim, ele se apropriará ainda mais do seu objeto de leitura. A
realidade é que o momento de leitura com o bebê vai muito além do material do livro ou do
gênero literário escolhido. Este deve ser um momento especial recheado de interação,
afeto e cuidado. Portanto, o principal segredo é: muita dedicação e amor!

Leiam também:

Como montar um cantinho da leitura para as crianças na sua casa

Desfralde: livros que podem ajudar a família

Resenha: Aquela Idade Em Que Tudo Se Quer Saber