Comportamento

Páscoa aumenta a procura por coelhinhos (não faça isso!)

Você sabia que nesta época do ano aumenta o número de famílias que querem levar para casa um coelhinho? Pudera, né… estamos na Páscoa e os coelhos são realmente MUITO fofos!

Mas você sabia também que algumas semanas depois da Páscoa muitos coelhos são abandonados? 🙁 Isso porque tem gente que, ao invés de presentear com lembrancinhas ou ovos de Páscoa, dá um coelho, como se fosse um objeto. E depois a pessoa se dá conta que não tem condições de cuidar de um bichinho desses. Lamentável esse tipo de atitude, né?

coelhinhos

Sei também que existe gente que respeita os animais e cuida deles como merecem. Por isso, a médica veterinária Mariana Pestelli, especialista em animais silvestres do Grupo Pet Center Marginal/Petz, alerta sobre alguns cuidados necessários. E quem não conseguir garantir essas condições ao coelhinho, por favor, não o adote. Pense SEMPRE na posse responsável.

– Os coelhos necessitam de espaço para se exercitarem. Como podem atingir 40 cm de comprimento e até 2,5kg kg, é importante que fiquem em gaiolas pelo menos 2 vezes maior que o seu tamanho e sejam soltos pelo menos uma vez por dia para se exercitarem e esticarem as patas;

– Como eles vivem até sete anos, as famílias precisam se preparar para essa convivência duradoura;

– Apesar de se adaptarem bem em todas as famílias, aquelas com crianças pequenas devem ensiná-las a carregá-los da maneira correta para evitar fraturas e quedas. Segure sempre apoiando suas patas dianteiras e traseiras;

– Sensíveis, eles se assustam facilmente e podem enfartar. É ideal que fiquem em locais calmos, sem ruídos. Vale lembrar que coelhos costumam fugir e morrem nas ruas, já que são domesticados e não sabem se proteger, nem se alimentar;

– Há rações específicas, mas é interessante que comam também alimentos frescos, como folhas, legumes e frutas;

– São mastigadores em potencial. Aliás, os dentes dos coelhos nunca param de crescer. É interessante que tenham brinquedos para roer. Evite objetos como papelão por perto, eles vão roer;

– Banhos: pode-se fazer uma limpeza com lenços umedecidos, mas também é aconselhado o banho em centros de estética com experiência em banhos de coelhos. Por serem animais altamente estressáveis, não recomendamos o banho em qualquer local.

E lembre-se: nunca compre ou adote um animal por impulso.